A implantação da disciplina projetos de vida em dois estados brasileiros

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/OT2022v24.n.1.63264

Palavras-chave:

Projetos de vida – componente curricular – juventudes - BNCC

Resumo

Neste artigo problematizaram-se os projetos de vida como componente curricular do ensino médio, bem como as concepções teóricas que embasam sua organização e implementação nas escolas das redes estaduais de Goiás e de São Paulo. Para esse propósito, recorreu-se à análise documental das fontes: Base Nacional Comum Curricular (BRASIL, 2018), Material do Educador (GOIÁS, 2016), Programa Inova Educação (SÃO PAULO, 2020a), entre outras. Como resultado, notou-se que as propostas analisadas expressam os desafios à formação escolar das juventudes com a reforma curricular em curso, e revelam a fragilidade de fontes científicas em sua fundamentação. Percebeu-se, ainda, que os documentos analisados apresentam um discurso de caráter prescritivo e linear, que valoriza competências individuais e empreendedoras, as quais se distanciam de uma concepção de projetos de vida para as juventudes que potencialize uma formação mais crítica e autônoma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

MARIA ZENAIDE ALVES, UFG

Inserir sua biografia aqui

Selma Martines Peres, Insira sua afiliação acadêmica aqui

Insira sua biografia aqui

Magno Nunes, Insira sua instituição aqui

Insira aqui sua biografia

Michela Augusta de Moraes Sousa, Insira sua instituição/afiliação acadêmica aqui

Insira sua biografia aqui

Referências

ALVES, Maria Zenaide. Ser alguém na vida: juventude, migração e projetos de vida. Curitiba: Editora Appris, 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Brasília: MEC, 2018.

DAYRELL, Juarez. O jovem como sujeito social. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 5/6, n. 24, p. 40-52, 2003. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-24782003000300004

DI GIOVANNI, Rosângela. Projetos de vida. Um estudo das representações femininas do aborto. 1983. 2001f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Programa de Pós-graduação em Antropologia, Universidade de Campinas, Campinas, 1983.

DUARTE, A. M. C.; REIS, J. B. dos; CORREA, L. M.; SALES , S. R. A contrarreforma do Ensino Médio e as perdas de direitos sociais no Brasil. Roteiro, [S. l.], v. 45, p. 1–26, 2020. DOI: 10.18593/r.v45i0.22528. Disponível em: https://portalperiodicos.unoesc.edu.br/roteiro/article/view/22528. Acesso em: 2 mar. 2021. DOI: https://doi.org/10.18593/r.v45i0.22528

FODRA, Sandra Maria. O projeto de vida no ensino médio: o olhar dos professores de História. 2016. 175f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.

GISHITOMI, Fábio Aragaki. Encontros na terceira idade - autobiografia e devir. 2014. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

GOIÁS. SEDUC/ICE. Material do Educador. Escola da Escolha. Aulas de projeto de vida. 1º e 2º anos do Ensino Médio. ICE. 2016, 1ª edição, 648p.

GUEDES, Débora Wilza de Oliveira. Educação continuada e projeto de vida de pessoas idosas. Orientador: Nadia Dumara Ruiz Silveira. 2006. 122f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Abordagens qualitativas de pesquisa: a pesquisa etnográfica e o estudo de caso. In: LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo Afonso de. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2 ed. São Paulo: EPU, 2013.

OIT. OIT Escritório no Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA). Juventude e trabalho informal no Brasil. Brasília: OIT, 2015. Disponível em: https://www.ilo.org/wcmsp5/groups/public/---americas/---ro-lima/---ilo-brasilia/documents/publication/wcms_526213.pdf. Acesso em: 12 dez. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Inova Educação. São Paulo. 2020a. Disponível em: https://inova.educacao.sp.gov.br. Acesso em: 04 ago. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Inova Educação - Lançamento. São Paulo, 2020b. Disponível em: https://inova.educacao.sp.gov.br/wp-content/uploads/sites/2/2019/05/Inova-Educac%cc%a7a%cc%83o-%e2%80%93-Lanc%cc%a7amento2.pdf. Acesso em: 04 ago. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Inova Educação – Transformação hoje, inspiração amanhã (Para a Imprensa). São Paulo, 2020c. Disponível em: https://inova.educacao.sp.gov.br/wpcontent/uploads/sites/2/2019/05/Inova_Educacao_Jornalistas.pdf. Acesso em: 04 ago. 2020.

SILVA, Henrique Souza da. A concepção e construção de Projeto de Vida no Ensino Médio: um componente curricular na formação integral do aluno. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2016.

SOUSA, Michela Augusta de Moraes. Juventudes e a disciplina projeto de vida em uma escola em tempo integral de Catalão-GO. 2020. 152 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Catalão, 2020.

SOUSA, Michela Augusta de Moraes; ALVES, Maria Zenaide. Projetos de Vida, um conceito em construção. Revista de Ciências Humanas, Frederico Westphalen-RS, p. 145-165, mai./ago. 2019. Disponível em: http://revistas.fw.uri.br/index.php/revistadech/article/view/3387/pdf. Acesso em: 06 set. 2020. DOI: https://doi.org/10.31512/19819250.2019.20.02.145-165

VELHO, Gilberto. Projeto e metamorfose: antropologia das sociedades complexas. 3 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

Downloads

Publicado

2022-07-13

Como Citar

ALVES, M. Z.; PERES, S. M.; NUNES, M. .; SOUSA, M. A. de M. A implantação da disciplina projetos de vida em dois estados brasileiros. Olhares & Trilhas, [S. l.], v. 24, n. 1, 2022. DOI: 10.14393/OT2022v24.n.1.63264. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/olharesetrilhas/article/view/63264. Acesso em: 13 ago. 2022.