ÁREAS ALTERADAS EM FUNÇÃO DE ATIVIDADES ANTRÓPICAS NO BIOMA CERRADO LOCALIZADO NO ESTADO DO MATO GROSSO (MT), ATÉ O ANO DE 2001: UMA ABORDAGEM ESPAÇO-TEMPORAL

Conteúdo do artigo principal

Gustavo Bayma S. da Silva
Antonio Roberto Formaggio
Yosio Edemir Shimabukuro

Resumo

Nos últimos 15 anos o Brasil tornou-se uma potência agrícola mundial e o bioma Cerrado tem tido um papel importante no crescimento da agricultura brasileira nas últimas quatro décadas. Localizado na porção central do país, este bioma ocupa uma área de aproximadamente dois milhões de  km². Dada a dinâmica da alteração da vegetação natural do Cerrado, este trabalho tem como objetivo analisar a distribuição espacial das áreas alteradas no bioma Cerrado entre os anos de 1990 e 2001, no estado do Mato Grosso. Este estado possui posição de destaque na produção agrícola e pecuária nacional. Dessa maneira, a área de estudo corresponde à porção sul do Estado, com uma área aproximada de 380.000  km². Neste trabalho, foram utilizadas 28 cenas do sensor TM, correspondente ao ano de 1990, e o mesmo número de cenas do sensor ETM+, obtidas no ano de 2001, para que as áreas naturais alteradas pudessem ser contabilizadas. Os resultados das análises realizadas indicaram que até 1990 as maiores conversões das áreas naturais ocorreram nas mesorregiões Centro-Sul, Norte e Sudeste, e no período de 1990 até 2001 as maiores conversões ocorreram nas mesorregiões Norte e Sudeste, próximas a fronteira com o bioma Amazônia. De acordo com o mapa de solos, os Latossolos e Neossolos foram as classes que apresentaram maiores alterações e de acordo com o mapa de geomorfologia, as áreas correspondentes aos sistemas que compõem o sistema Denudacional foram os locais de maior crescimento das atividades antrópicas consideradas neste trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
DA SILVA, G. B. S.; FORMAGGIO, A. R.; SHIMABUKURO, Y. E. ÁREAS ALTERADAS EM FUNÇÃO DE ATIVIDADES ANTRÓPICAS NO BIOMA CERRADO LOCALIZADO NO ESTADO DO MATO GROSSO (MT), ATÉ O ANO DE 2001: UMA ABORDAGEM ESPAÇO-TEMPORAL. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 62, 2010. DOI: 10.14393/rbcv62n0-43715. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43715. Acesso em: 3 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Gustavo Bayma S. da Silva, INPE-Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Divisão de Sensoriamento Remoto

Antonio Roberto Formaggio, INPE-Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Divisão de Sensoriamento Remoto

Yosio Edemir Shimabukuro, INPE-Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Divisão de Sensoriamento Remoto

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>