Mapeamento da Vegetação da Caatinga a partir de Dados Ópticos de Observação da Terra – Oportunidades e Desafios

Conteúdo do artigo principal

Khalil Ali Ganem
https://orcid.org/0000-0001-9126-7138
Andeise Cerqueira Dutra
https://orcid.org/0000-0002-4454-7732
Marceli Terra de Oliveira
https://orcid.org/0000-0001-6087-6344
Ramon Morais de Freitas
https://orcid.org/0000-0002-1397-0407
Rosana Cristina Grecchi
https://orcid.org/0000-0002-4306-0332
Rita Marcia da Silva Pinto Vieira
https://orcid.org/0000-0002-9857-3872
Egidio Arai
https://orcid.org/0000-0003-1994-5277
Fabrício Brito Silva
https://orcid.org/0000-0002-9878-0206
Cláudia Bloisi Vaz Sampaio
https://orcid.org/0000-0003-1919-0900
Valdete Duarte
https://orcid.org/0000-0002-8016-7833
Yosio Edemir Shimabukuro
https://orcid.org/0000-0002-1469-8433

Resumo

O bioma Caatinga representa cerca de 10% do território nacional e tem uma população estimada em 28 milhões de habitantes. Sua vegetação arbóreo-arbustiva, adaptada às condições de semiaridez, exerce um papel fundamental na manutenção do balanço hidrológico, na alimentação da matriz energética e na geração de receitas para o país. No entanto, o bioma ainda é um dos que recebe menor atenção da comunidade científica. Diante disso, o presente artigo de revisão visa apresentar elementos que contribuam para a atualização do estado da arte sobre o uso de dados ópticos de observação da Terra na conservação da vegetação da Caatinga, a partir da identificação das iniciativas de mapeamento em diferentes escalas que contemplam o bioma. Para tal, esse estudo fez uma revisão bibliográfica sistemática cujo enfoque principal foi a caracterização dos sensores orbitais imageadores, técnicas de classificação de imagem, legendas de uso e cobertura, estratégias de validação, e o intervalo temporal compreendido por cada iniciativa. Esse detalhamento permitiu avaliar o grau de usabilidade e confiabilidade dos produtos existentes. Assim, esse estudo espera abrir possibilidades para preencher lacunas científicas existentes e que carecem de investigação no que diz respeito ao papel dos dados ópticos de observação da Terra no mapeamento da vegetação da Caatinga e no subsídio de recursos para novas iniciativas, ações de restauração e, consequentemente, aprimoramento de políticas públicas em prol da conservação e uso sustentável dos recursos do bioma.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
GANEM, K. A.; DUTRA, A. C.; OLIVEIRA, M. T. de; FREITAS, R. M. de .; GRECCHI, R. C. .; VIEIRA, R. M. da S. P. .; ARAI, E. .; SILVA, F. B. .; SAMPAIO, C. B. V. .; DUARTE, V.; SHIMABUKURO, Y. E. . Mapeamento da Vegetação da Caatinga a partir de Dados Ópticos de Observação da Terra – Oportunidades e Desafios. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 72, p. 829–854, 2020. DOI: 10.14393/rbcv72nespecial50anos-56543. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/56543. Acesso em: 1 dez. 2022.
Seção
Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>