SIG APLICADO À ESCOLHA DE ÁREAS POTENCIAIS PARA INSTALAÇÃO DE ATERROS SANITÁRIOS NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE - SP

Conteúdo do artigo principal

Tiago Matsuo Samizava
Rodrigo Hiroshi Kaida
Nilton Nobuhiro Imai
João Osvaldo Rodrigues Nunes

Resumo

Os resíduos sólidos urbanos (RSU's) tornam-se um dos maiores problemas das gestões públicas, uma vez que sua solução aborda diversas questões, dentre as quais as suas formas de tratamento e de disposição final. Uma das formas economicamente viável para a disposição dos RSU, são os aterros sanitários, que atendem às necessidades de proteção do meio ambiente. Assim, o presente trabalho teve como objetivo a avaliação de áreas potenciais para instalação de aterro sanitário no município de Presidente Prudente através do uso de metodologias baseadas em Sistemas de Informações Geográficas (SIG). Construiu-se, para tanto, um banco de dados geográficos com dados de geomorfologia, solos, hidrogeologia e informações socioeconômicas, os quais foram adotados no processo de análise espacial. Para a variável profundidade do nível freático foi feita interpolação por cokrigagem. As representações numéricas das variáveis de solos e geomorfologia foram tratadas com a técnica de importação semântica a fim de suavizar os contatos abruptos entre classes temáticas. A análise final deu-se pela avaliação multicritério, combinada com operações da lógica booleana, para a exclusão de regiões absolutamente inadequadas e da lógica fuzzy, para avaliação de graus contínuos de aptidão. Nesse último caso, para cada critério avaliado foram atribuídos pesos, os quais se refletiram nos resultados alcançados para o cenário modelado. Esses pesos são atribuídos com o auxílio do método AHP (Analytical Hierarchy Process). Assim, obteve-se uma classificação de áreas, em que a aptidão varia de Inadequada a Adequada e cuja escala de medida varia de 0 a 255. O mapa síntese final mostra diversas áreas potenciais para a instalação de aterro sanitário, indicando também, as áreas em que poderiam ser evitadas intervenções desse tipo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SAMIZAVA, T. M.; KAIDA, R. H.; IMAI, N. N.; NUNES, J. O. R. SIG APLICADO À ESCOLHA DE ÁREAS POTENCIAIS PARA INSTALAÇÃO DE ATERROS SANITÁRIOS NO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE PRUDENTE - SP. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 60, n. 1, 2008. DOI: 10.14393/rbcv60n1-44882. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44882. Acesso em: 26 nov. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Tiago Matsuo Samizava, Universidade Estadual Paulista

Possui graduação em Engenharia Ambiental (2006) e mestrado em Ciências Cartográficas (2009) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em análise espacial e processamento digital de dados sensoriamento remoto aplicados à caracterização de fenômenos ambientais. Atualmente atua na avaliação de projetos de licenciamento ambiental na CETESB.

Nilton Nobuhiro Imai, Universidade Estadual Paulista

Possui graduação em Engenharia Agrícola pela Universidade Estadual de Campinas (1979), mestrado em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (1986) e doutorado em Geografia (Geografia Humana) pela Universidade de São Paulo (1996). Atualmente é professor assistente doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Geodésia, atuando principalmente em geoprocessamento: na análise de imagens e dados de sensoriamento remoto, processamento digital de imagens, modelagem de base de dados geográficos com ênfase na integração de dados multifonte para representação computacional de fenômenos que ocorrem na superfície do terreno.

João Osvaldo Rodrigues Nunes, Universidade Estadual Paulista

Bolsista de Produtividade em Pesquisa 2. Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1990), doutorado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002) e pós-doutorado pela Universidade de Alicante (Espanha). Atualmente é Professor Assistênte Doutor do Departamento de Geografia da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador de mestrado e doutorado. Tem experiência na área de Geografia Física, com ênfase em Geomorfologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Geomorfologia, mapeamento geomorfológico, solos e Geografia e Ambiente.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)