DETERMINANDO A VARIAÇÃO DO PADRÃO FRACTAL DE REDE DE DRENAGEM UTILIZANDO DADOS SRTM, LASER SCANNING E BASE CARTOGRÁFICA

Conteúdo do artigo principal

Fernanda Simoni Schuch
Carlos Loch

Resumo

Este artigo tem como objetivo determinar e analisar a complexidade da rede de drenagem da Bacia Hidrográfica do Rio Cachoeira e sub-bacias a partir do cálculo da dimensão fractal(Df). O método aplicado foi o Box-counting e os dados utilizados provem de: base cartográfica produzida por aerofotogrametria (escala 1:1000), sensor aerotransportado Laser Scanning e do Shuttle Radar Topography Mission (SRTM). As análises basearam-se na comparação dos resultados obtidos através da determinação da dimensão fractal da rede de drenagem da área de estudo e seu intervalo de variação. Tais diferenças ocorreram pelo uso de diferentes produtos do sensoriamento remoto, os quais apresentaram diferenças na representação da mesma rede de drenagem, levando ao cálculo da média e desvio padrão. Os resultados mostram uma Df variando de 1,087 e 1,282 para a bacia hidrográfica como um todo e, para as sub-bacias, esta variação ficou entre 1,003 e 1,384. As análises mostram que não necessariamente o produto do sensoriamento remoto com maior resolução ou escala (laser scanning e base cartográfica) fornece os maiores valores de Df como esperado. Isto reforça o fato de que a variação dos valores é também função dos processos envolvidos para a obtenção da rede de drenagem em si. Na base cartográfica os processos de que a fotointerpretação e a generalização cartográfica podem exercer influência enquanto que, no caso do laser scanning e SRTM se deve em função do número de células (pixels) utilizadas no modelo matemático utilizado para extração da rede de drenagem. O elemento analisado possui característica multifractal e auto-similaridade com mediana complexidade com valores de Df que variam dentro do esperado para um elemento fractal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SCHUCH, F. S.; LOCH, C. DETERMINANDO A VARIAÇÃO DO PADRÃO FRACTAL DE REDE DE DRENAGEM UTILIZANDO DADOS SRTM, LASER SCANNING E BASE CARTOGRÁFICA. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 63, n. 3, 2012. DOI: 10.14393/rbcv63n3-43747. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43747. Acesso em: 3 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Fernanda Simoni Schuch, IFSC - Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Santa Catarina

Departamento Acadêmico de Construção Civil

Carlos Loch, UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina

Departamento de Engenharia Civil

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>