Estratégias Pedagógicas no Ensino de Ciências para estudantes surdos no momento de Ensino remoto

Autores

  • Claudia Regina Vieira Universidade Federal do ABC - UFABC https://orcid.org/0000-0002-5897-9122
  • Julia Bueno Jinkings
  • Larissa Elen Calixto Santos
  • Louise Victórie Brandão Drumond

DOI:

https://doi.org/10.14393/OT2021v23.n.3.59899

Palavras-chave:

Educação Bilíngue, Ensino de Ciências, Estratégias Pedagógicas

Resumo

A chegada da Covid-19 impôs diferentes tipos de desafios para a Humanidade. A Educação também precisou se adaptar a essa nova realidade. Os professores do Ensino Médio e da Escola Preparatória, locais onde as coletas foram realizadas, precisaram reorganizar-se para propor a continuidade das atividades a distância levando em consideração os estudantes surdos usuários da Libras. Neste contexto este trabalho teve como objetivo inserir três estudantes do Ensino Médio na pesquisa científica como participantes do projeto Iniciação Científica para estudantes de Ensino Médio realizada na Universidade Federal do ABC - UFABC a partir da seleção e análise de algumas atividades para ensino de Ciências com ênfase a Física, Química e Biologia. As atividades foram coletadas na Escola Preparatória e comparadas com as atividades realizadas pelas pesquisadoras do Ensino Médio em sua unidade escolar, uma escola bilingue de educação para surdos, amparadas pela literatura trabalhada com a orientadora.  A partir do trabalho as estudantes apontam como resultados algumas recomendações para os professores desde o preparo das atividades até a escolha da Plataforma online que permita uma visualização e por consequência uma melhor possibilidade de participação e interação para os estudantes surdos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Claudia Regina Vieira, Universidade Federal do ABC - UFABC

Professora Doutora em Educação, docente da Universidade Federal do ABC - UFABC

Julia Bueno Jinkings

Estudante de Ensino Médio e Participante do Projeto de Iniciação Científica Pibic Jr. ano 2019/2020 pela Universidade Federal do ABC

Larissa Elen Calixto Santos

Estudante de Ensino Médio e participante do projeto de Iniciação Científica - Pibic Jr. pela Universidade Federal do ABC

Louise Victórie Brandão Drumond

Estudante de Ensino Médio e participante do projeto de Iniciação Científica - Pibic Jr. pela Universidade Federal do ABC

Referências

CICCONE, M. Comunicação total: introdução, estratégia, a pessoa surda. Rio de Janeiro: Cultura Médica, 1990.
FERNANDES, E. Linguagem e surdez. Porto Alegre: Artmed, 2003.
FERNANDES, S. Educação de surdos. 2. ed. Curitiba: Ibpex, 2011.
GOLDFELD, M. A criança surda: linguagem, cognição. Uma perspectiva interacionista. São Paulo: Plexus, 1997
GÓES, M. C. R. Linguagem, surdez e educação. Campinas: Autores Associados, 1996.
HOLLOSI, M. Professor Surdo: Desafios na construção de uma prática bilíngue. 2019. 188f. Tese (Doutorado em ciências: Educação e Saúde na Infância e na Adolescência) – Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP, Guarulhos, 2019.
LACERDA. C. B. F. de. Um pouco da história das diferentes abordagens na educação dos surdos. Caderno CEDES. Campinas, vol. 19, nº 46, p. 68-80, 1998. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010132621998000300007&lng=en&nrm=iso&tlng=pt
______. Intérprete de Libras em atuação na educação infantil e no ensino fundamental. Porto Alegre: Mediação/FAPESP, 2009.
PEIXOTO, R. C. Algumas considerações sobre a interface entre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e a Língua Portuguesa na construção inicial da escrita pela criança surda. Caderno Cedes, Campinas, vol. 26, nº 69, 2006, p.205-229.
PINO, A. As marcas do humano: as origens da constituição cultural da criança na perspectiva de Lev S. Vygotsky. São Paulo: Cortez, 2005.
PINTO, G.U. Imaginação e formação de conceitos escolares: examinando processos dialógicos na sala de aula. 2010.Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação, Universidade Metodista de Piracicaba, Piracicaba, 2010.
RIBEIRO, M.L.S., BAUMEL (orgs.) Perspectivas da Escola Inclusiva: Algumas reflexões. In: Educação Especial Do querer ao Fazer. São Paulo: Avercamp, 2003
SANTOS, Mônica Pereira Dos. PAULINO, Marcos Moreira. Inclusão em educação. Editora Cortez: São Paulo. 2006
SKLIAR, C. (org.) A surdez: um olhar sobre as diferenças. 2 ed. Porto Alegre: Mediação, 1996.
SKLIAR, C. (org.). Atualidade da educação bilíngue para surdos. Porto Alegre: Mediação, 1999.
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC - PORTARIA Nº 378 / 2020 - REIT (11.01). Suspende as atividades acadêmicas e administravas da Universidade entre os dias 16 e 22 de março de 2020 em virtude da pandemia do coronavírus (COVID-19) e dá outras providências. Santo André, 16 de março de 2020.
VIEIRA, C.R. Educação Bilíngue para Surdos: Reflexões a partir de uma Experiência Pedagógica. 2017. 236f. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

Downloads

Publicado

2021-09-28

Como Citar

VIEIRA, C. R.; JINKINGS, J. B. .; CALIXTO SANTOS, L. E. .; BRANDÃO DRUMOND, L. V. . Estratégias Pedagógicas no Ensino de Ciências para estudantes surdos no momento de Ensino remoto: . Olhares & Trilhas, [S. l.], v. 23, n. 3, p. 1000–1016, 2021. DOI: 10.14393/OT2021v23.n.3.59899. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/olharesetrilhas/article/view/59899. Acesso em: 15 ago. 2022.