Os verbetes raça, etnia e etnicidade em diferentes edições de dois dicionários de língua portuguesa

a questão da definição

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex-v7a2021/22-6

Palavras-chave:

Léxico, Dicionário, Sociedade, Cultura

Resumo

O dicionário, nos diferentes períodos históricos, e de acordo com as necessidades dos seus usuários, registra o léxico de uma língua veiculado em diferentes instâncias de comunicação. Este trabalho discute resultados de estudo que teve como objetivo examinar em que proporção o dicionário traduz, por meio das definições apresentadas nos verbetes, mudanças ocorridas na sociedade, com base na análise das definições dos itens lexicais raça e etnia em dois dicionários gerais de língua portuguesa: Ferreira (1986; 2010) e Aulete (1987; 2011). O estudo analisou também o verbete etnicidade que não figura na primeira edição de ambos os dicionários. Tomou-se como base teórico-metodológica estudos da Antropologia (LARAIA, 2008); da Etnolinguística (COSERIU, 1978; VELARDE, 1991); da Antropologia Linguística (DURANTI, 1997) e da Lexicografia (BIDERMAN, 1984; 1993; 1998; REY, 1989). O estudo examinou, pois, os conceitos de raça e de etnia à luz da Antropologia, verificando em que proporção eles se refletem nas acepções atribuídas a essas unidades léxicas pelos dicionários consultados. A análise dos verbetes e o cotejo entre as duas edições das obras lexicográficas demonstraram relativa preocupação dos lexicógrafos quanto à atualização das acepções e a consequente assimilação de novos sentidos adquiridos pelo léxico em decorrência de mudanças culturais ocorridas na sociedade. Isso pôde ser observado em algumas acepções que compõem os verbetes em exame nas edições mais recentes das obras consultadas, em que os autores inserem, entre colchetes, explicações adicionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Di Fabio, UFMS

Doutoranda em Letras no Programa de Pós-Graduação em Letras/Universidade Federal de Mato Grosso do Sul/UFMS/Três Lagoas/MS.

Aparecida Negri Isquerdo, UFMS

Doutora em Letras (Linguística e Língua Portuguesa) pela UNESP/Araraquara. Docente permanente na Pós-Graduação stricto sensu da UFMS – Estudos de Linguagens/FAALC e Letras/CPTL.

Referências

ANDRADE, C. D. de. A rosa do povo. Rio de Janeiro: Record, 2008.

AULETE. Novíssimo Aulete dicionário contemporâneo da língua portuguesa. vol. I. 5. ed. Rio de Janeiro: Delta, 1987.

AULETE. Novíssimo Aulete dicionário contemporâneo da língua portuguesa. vol. II. 5. ed. Rio de Janeiro: Delta, 1987.

AULETE. Novíssimo Aulete dicionário contemporâneo da língua portuguesa. GEIGER, Paulo (org.). Rio de Janeiro: Lexikon, 2011.

BARROS, D. L. P. de. O discurso do dicionário. ALFA: Revista de Lingüística. São Paulo, vol. 44, n. esp., p. 75-96, 2000.

BIDERMAN, M. T. C. O dicionário padrão da língua. ALFA: Revista de Lingüística. Lexicografia e Lexicologia. (Suplemento). São Paulo, vol. 28, p. 27-43, 1984.

BIDERMAN, M. T. C. A definição lexicográfica. Cadernos do I.L. Porto Alegre, n. 10, p. 23-43, jul. 1993.

BIDERMAN, M. T. C. Os dicionários na contemporaneidade: arquitetura, métodos e técnicas. In: OLIVEIRA, A. M. P. P. de; ISQUERDO, A. N. (org.). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia e terminologia. Campo Grande: Ed. UFMS, 1998. p. 129-142.

CORREIA, M.; DE LEMOS, L. S. P.. Inovação lexical em português. Colibri, 2005. Disponível em: https://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-BR&as_sdt=0%2C5&q=prefixo+ou+elemento+de+composi%C3%A7%C3%A3o%3F&btnG=. Acesso em: 24 abr. 2022.

COSERIU, E. La socio y la etnolingüística. Sus fundamentos y sus tareas, 1981. Disponível em: La socio- y la etnolingüística | Coseriu | Anuario de Letras. Lingüística y Filología (unam.mx). Acesso em: 06 fev. 2022.

DICK, M. V. do A. Etnia e etnicidade. Um outro modo de nomear. Projetos ATESP/ATB. In: ISQUERDO, A. N.; FINATTO, M. J. B. (org.). As ciências do léxico: Lexicologia, Lexicografia e Terminologia. vol. IV. Campo Grande: Ed. UFMS; Porto Alegre: UFRGS, 2008. p. 177-197.

DURANTI, A. Linguistic Anthropology. New York: Cambridge University Press, 1997. DOI https://doi.org/10.1017/CBO9780511810190

FARIAS, V. S. Para uma teoria do exemplo lexicográfico: formas e funções da exemplificação em dicionários semasiológicos. Fórum linguístico. vol. 17, n. 3, 2020. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/forum/article/view/70670. Acesso em: 22 fev. 2022. DOI https://doi.org/10.5007/1984-8412.2020.70670

FERREIRA, A. B. de H. Novo dicionário Aurélio. 1. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1975.

FERREIRA, A. B. de H. Novo dicionário Aurélio. 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

FERREIRA, A. B. de H. Dicionário Aurélio da língua portuguesa. (coordenação Marina Baird Ferreira, Margarida dos Anjos), 5. ed. Curitiba: Positivo, 2010.

LARAIA, R. de B. Cultura: um conceito antropológico. 22 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

MIRA MATEUS, M. H. Se a língua é um factor de identificação cultural, como se compreende que a mesma língua identifique culturas diferentes? Rev. de Letras. n. 25, vol. 1/2. jan/dez. 2003. p. 85-89.

MUNANGA, K. Uma abordagem conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia. In: 3º SEMINÁRIO NACIONAL RELAÇÕES RACIAIS E EDUCAÇÃO - PENESB - RJ, 05/11/03. Disponível em: https://www.geledes.org.br/wp-content/uploads/2014/04/Uma-abordagem-conceitual-das-nocoes-de-raca-racismo-dentidade-e-etnia.pdf. Acesso em: 29 abr. 2021.

ORLANDI, E. P. A linguagem e seu funcionamento. 2. ed. Campinas: Pontes, 1987.

ORLANDI, E. P. Lexicografia discursiva. ALFA: Revista de Lingüística. São Paulo, vol. 44, n. esp., p. 97-114, 2000.

REY, A. Présentation du dictionnaire. In: REY, A.. Dictionnaire alphabétique et analogique de la langue française. Paris: Le Robert, 1989.

SAPIR, E. A linguagem: introdução ao estudo da fala. Trad. J. Mattoso Câmara Jr. Rio de Janeiro: Acadêmica, 1971, p. 205-216.

STREHLER, R. G. Marcas de uso nos dicionários. In: OLIVEIRA, A. M. P. P.; ISQUERDO, A. N. (org.). As ciências do léxico: Lexicologia, Lexicografia e Terminologia. Campo Grande: Ed. UFMS, 1998. p. 169-178.

VELARDE, M. C. Lenguage y cultura. La Etnolinguística. Madrid: Sintesis, 1991.

Downloads

Publicado

23-05-2022

Como Citar

Di Fabio, R., & Isquerdo, A. N. (2022). Os verbetes raça, etnia e etnicidade em diferentes edições de dois dicionários de língua portuguesa: a questão da definição. Revista GTLex, 7. https://doi.org/10.14393/Lex-v7a2021/22-6

Edição

Seção

Artigos