Princípio ativo-passivo em lexicografia pedagógica bilíngue

tratamento das informações gramaticais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex9-v5n2a2020-6

Palavras-chave:

Ativo-passivo, Dicionários escolares bilíngues, Gramática

Resumo

Dicionário e gramática possuem uma importante relação, pois as definições, informações e exemplos que os dicionários apresentam em seus verbetes devem seguir as regras que a gramática da língua culta determina. Para Rey-Debove e Morais (1984, p. 45) é possível aprender língua estrangeira e sua respectiva gramática com auxílio de dicionário; isso acontece porque o dicionário reuni descrições do léxico e da gramática de uma língua. O conhecimento léxico-gramatical permite uma produção linguística bem elaborada e uma compreensão mais precisa de palavras e frases. As informações gramaticais e sintáticas apresentadas nos verbetes dos dicionários pedagógicos bilíngues são, muitas vezes, as referências para o uso, a construção e o registro linguístico do aluno no decorrer do processo de ensino e aprendizagem. Este trabalho insere-se no âmbito da Lexicografia Pedagógica Bilíngue e tem como objetivo (1) enfatizar o princípio ativo-passivo como fundamento motivador de estudos empíricos voltados às necessidades dos alunos, para fins lexicográficos; (2) apresentar uma análise de dicionários pedagógicos português-inglês/inglês-português para avaliar o atendimento ao princípio ativo-passivo. Dividimos este artigo em parte teórica e prática, apresentando nesta última, uma análise comparativa das informações gramaticais, contidas nos verbetes “ir” e “go” em dois dicionários bilíngues português-inglês/inglês-português escolares: Longman Dicionário Escolar e Dicionário Oxford Escolar. A metodologia adotada consistiu-se em estudos teóricos e no estabelecimento de critério de análise para avaliar e comparar as informações gramaticais que os dicionários apresentam. Os resultados revelam a tendência dos dicionários de fornecerem informações gramaticais que não atentam ao princípio ativo-passivo e, portanto, parcialmente direcionadas às necessidades do consulente aprendiz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regiani Aparecida Santos Zacarias, UNESP- FCL/Assis

Regiani A. S. Zacarias é docente do Departamento de Letras Modernas da Faculdade de Ciências e Letras UNESP/Assis. Possui Graduação em Letras Inglês/Português, Mestrado em Letras (UNESP) e Doutorado em Estudos da Linguagem (UEL). Desenvolve pesquisas em Linguística Aplicada: ELT, EMI, TESOL, PFL e Lexicografia Pedagógica Bilingue.

Alex Sandro da Silva Polizer, UNESP/Bauru

Mestrando do PPGDEB UNESP-Bauru

Referências

BIDERMAN, M. T. C. Glossário. Alfa Revista de Linguística, São Paulo, v.28(supl.), p: 135-144, 1984.

EZQUERRA, M. A. Diccionario y gramatica. Linguistics Española Actual (LEA IV). 1982. p. 151-212.

FARIA, S. ; BERNARDO, D. C.; SILVA, F. X. G. Phrasal Verbs em Inglês: aprender é o melhor remédio. Caderno de Letras, n. 23, p. 81-95, 2007. Disponível em: http://www.letras.ufrj.br/anglo_germanicas/cadernos/numeros/0X2007/textos/cl23052007sedsed.pdf. Acesso em: 10 mar. 2019.

HARTMANN, R. R. K; JAMES, G. Dictionary of Lexicography. Routledge: New York, NY, 1998. DOI https://doi.org/10.4324/9780203159040

KROMANN, H. P.; RIIBER, T.; ROSBACH, P. Principals of Bilingual Lexicography. Wörterbucher, Dictionaries, Dictionnaires. Berlin-New York: De Gruyter, 1989. p. 2710-2728.

NADIN, O. L. Dicionários escolares bilíngues de língua espanhola: reflexões sobre obras direcionadas ao aprendiz brasileiro. Revista de Letras, n. 11, 2009. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/rl/article/view/2436/1562. Acesso em: 12 ago. 2020. DOI https://doi.org/10.3895/rl.v0n11.2436

REY-DEBOVE, J. Étude linguistique et sémiotique dês dictionaires français con-temporains. La Haya-París, Mouton, 1971. DOI https://doi.org/10.1515/9783111323459

REY-DEVONE, J.; MORAIS, C. B. Léxico e dicionário. Alfa, São Paulo, 1984.

SANROMÁN, A. I. A informação sobre a categoria gramatical nos dicionários bilín-gues. Diacrítica – Ciência da Linguagem, 2003 Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/3317/1/A%2520Categoria%2520Gramatical%2520nos%2520Dicion%25C3%25A1rios.pdf. Acesso em: 22 set. 2019.

TARP, S. The foundations of a theory of learner’s dictionaries. Lexicographica, n. 25, p. 156-168. 2009. DOI https://doi.org/10.1515/9783484605787.155

TOMASZCZYK, J. On Bilingual Dictionaries: The Case for Bilingual Dictionaries for Foreign Language Learners. Lexicography: Principles and Pracitice. London, 1983.

VÁSQUEZ, I. O papel do dicionário no ensino e aprendizagem das línguas. Actas do I Eielp, p. 107-110, 2009. Disponível em: http://exedrajournal.com/docs/02/09%20-%20Ignacio%20Vasquez.pdf. Acesso em : 18 set. 2019.

VILELA, M. Léxico e Gramática, Coimbra, 1995.

WELKER, H. A. Panorama geral da lexicografia pedagógica. Brasília, 2008.

WERNER, R. El dicionário bilíngüe y la enseñanza del español como lengua extranje-ra. Signum: Estudos da Linguagem, v. 1, n. 9, p. 205-238, 2006. DOI https://doi.org/10.5433/2237-4876.2006v9n1p207

WERNER, R. Alguns elementos de una teoria del diccionario bilíngue. In: Cicle de Conferencies, p. 95-96. Lexic, corpus i diccionaris. Institut Universitari de Linguística Aplicada – Universitat Pompeu Fabra. Barcelona, 1997.

ZACARIAS, R. A. S. Dicionário bilíngue pedagógico português-inglês: um novo parâmetro para a elaboração de informações gramaticais. 2011. 239 f. Tese (Doutora-do em Estudos da Linguagem) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2011.

ZACARIAS, R. A. S. Contrastive linguistics as a way to improve translation equiva-lence in interlingual lexicography: the case of verbs. 2014. Disponível em: https://www.academia.edu/11086293/Contrastive_Linguistics_as_a_Way_to_Improve_Translation_Equivalence_in_Interlingual_Lexicography_The_Case_of_Verbs. Acesso em: 12 ago. 2020.

ZACARIAS, R. A. S. Researching Brazilian students´ needs and proposing lexico-graphical solutions for Portuguese-English learner´s dictionaries, 2016. Disponível em: https://www.academia.edu/20270675/RESEARCHING_BRAZILIAN_STUDENTS_NEEDS_AND_PROPOSING_LEXICOGRAPHICAL_SOLUTIONS_FOR_PORTUGUESE_ENGLISH_LEARNER_S_DICTIONARIES_In_Variedades_do_L%C3%A9xico_2016_ISBN_978_85_69395_04_1. Acesso em: 12 ago. 2020.

ZGUSTA, L. Lexicography then and now. Tübingen: Niemeyer, 2006. DOI https://doi.org/10.1515/9783110924459

Downloads

Publicado

28-12-2020

Como Citar

Zacarias, R. A. S., & Polizer, A. S. da S. . (2020). Princípio ativo-passivo em lexicografia pedagógica bilíngue : tratamento das informações gramaticais . Revista GTLex, 5(2), 312–339. https://doi.org/10.14393/Lex9-v5n2a2020-6

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)