Onomástica literária

os nomes dos personagens do romance Lucíola de José de Alencar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex6-v3n2a2018-4

Palavras-chave:

Antroponímia Literária, Lucíola, Nomes, Romantismo

Resumo

O presente trabalho apresenta uma análise dos nomes dos principais personagens do romance urbano Lucíola, de José de Alencar, publicado em 1862, pertencente à segunda geração do Romantismo brasileiro. A pesquisa foi amparada pela Onomástica, mais especificamente, pela Antroponímia – área da Onomástica que estuda os nomes próprios de pessoa. O objetivo é verificar se os nomes dos personagens foram escolhidos aleatoriamente ou se foram escolhidos com base no seu significado etimológico. Para tanto, discutem-se alguns conceitos teóricos da área da Onomástica, bem como de suas ramificações, de modo que foram destacadas questões como o surgimento dos nomes próprios, transformações que eles sofrem ao longo do tempo e relações existentes entre a origem do nome e do significado que ele exprime. Além disso, apresenta-se uma breve contextualização acerca do Romantismo brasileiro e do enredo da obra. A análise dos nomes teve como base a comparação entre as características físicas e comportamentais dos personagens, evidenciadas por trechos retirados do romance, e definições etimológicas e simbólicas encontradas em dicionários de nomes. Após a realização da pesquisa, foi possível notar que há uma relação entre os nomes dos personagens e suas características, o que revela que José de Alencar não escolheu os nomes de maneira fortuita, mas de acordo com a sua etimologia e/ou a sua significação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALENCAR, H. de. José de Alencar e a Ficção Romântica. In: COUTINHO, A. (org.). A literatura no Brasil: Romantismo. 2 ed. Rio de Janeiro: Sul Americana, 1969.

ALENCAR, J. M. de. Lucíola. Porto Alegre: L&PM, 2017.

ANDRADE, J. de. O étimo dos nomes próprios. São Paulo: Thirê, 1994.

BOSI, A. História concisa da literatura brasileira. 51 ed. São Paulo: Cultrix, 2017.

CANDIDO, A. Formação da literatura brasileira: momentos decisivos. 11 ed. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2007.

CARVALHINHOS, P. de J. As origens dos nomes de pessoas. Domínios de Lingu@gem, v. 1, n. 1, 1º semestre 2007. 2011. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/11401. Acesso em: 24 set. 2019

COUTINHO, A. O. Movimento Romântico. In: COUTINHO, A. O. (org.). A literatura no Brasil: Romantismo. 2 ed. Rio de Janeiro: Sul Americana, 1969.

DAUZAT, A. Les nomes de personnes: origineet évolution Prénoms – Noms de famille – Surnoms, 4 ed. – Paris: Delagrave, 1950.

Dicionário online Caldas Aulete. Disponível em: www.aulete.com.br/couto. Acesso em: 12 fev. 2020.

ECKERT, K.; RÖHRIG, M. Onomástica literária em Graciliano Ramos: os nomes dos personagens de Vidas Secas e de São Bernardo. Revista de Estudos da Linguagem, v. 26, n. 3, p. 1277-1294, jun. 2018. DOI https://doi.org/10.17851/2237-2083.26.3.1277-1294

GUÉRIOS, R. F. M. Dicionário etimológico de nomes e sobrenomes. 2. ed. São Paulo: Ave Maria, 1973.

MARTINS, J. R. Presságios os livros dos nomes: Um guia completo para escolher o melhor nome para empresas, pessoas e marcas. São Paulo: Editora Alegro, 2002.

MEXIAS-SIMON, M. L.; OLIVEIRA, A. de M. O nome do homem: Reflexões em torno dos nomes próprios. Rio de Janeiro: HP, 2004.

MIORANZA, C. Filus Quondam: a origem e o significado dos sobrenomes italianos. São Paulo: Larousse do Brasil, 2009.

OBATA, R. O livro dos nomes. São Paulo: Círculo do Livro, 1986.

OLIVER, N. Todos os nomes do mundo. Rio de Janeiro: Ediouro, 2005.

SARTORI, T. O. Signo linguístico versus signo onomástico: convencionalidade e motivação para falar e nomear. Revista Científica Ciência em Curso, v. 4, p. 123-133, 2016.

SAUSSURE, F. de. Curso de linguística geral. São Paulo: Cultrix, 2012.

SEABRA, M. C. T. C. de. Referência e Onomástica. In: MAGALHÃES, J. S. de; TRAVAGLIA, L. C. (org.). Múltiplas Perspectivas em Linguística. Uberlândia: Edufu, 2008, p. 1945-1952.

SEIDE, M. S. Métodos de pesquisa em antroponomástica. Domínios de Lingu@gem, v. 10, n. 3, jul./set. 2016. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/32482. Acesso em: 3 out. 2016. DOI https://doi.org/10.14393/DL23-v10n3a2016-19

VASCONCELOS, J. L. Opúsculos: Onomatologia. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1931.

Downloads

Publicado

18-04-2020

Como Citar

Pedrassani, J. S., Eckert, K., & Röhrig, M. (2020). Onomástica literária: os nomes dos personagens do romance Lucíola de José de Alencar. Revista GTLex, 3(2), 294–312. https://doi.org/10.14393/Lex6-v3n2a2018-4