AVALIAÇÃO DE INDICADOR PARA O MONITORAMENTO DOS IMPACTOS DA SECA EM ÁREAS DE PASTAGENS NO SEMIÁRIDO DO BRASIL

Conteúdo do artigo principal

Ana Paula M do Amaral Cunha
Sheila Santana de Barros Brito
Luciana Rossato
Regina Célia dos Santos Alvalá
Christopher Cunningham
Marcelo Zeri
Aliana Paula dos Reis Maciel
Eliana Soares Andrade
Rita Marcia da Silva Pinto Vieira
Magog A Carvalho

Resumo

A seca é considerada o desastre natural que pode causar as maiores perdas econômicas e sociais, com o maior número de pessoas afetadas diretamente dentre todos os tipos de desastres naturais. Na região semiárida do Brasil, é manifestada por meio da redução da produtividade agrícola ou mesmo pecuária, causando sérios problemas sócio-políticos. Diferentes indicadores de seca são conhecidos e utilizados na comunidade cientíï¬ca. O presente trabalho explora a aplicabilidade de um índice híbrido de seca, calculado a partir de dados de NDVI e temperatura da superfície, denominado VSWI. O índice foi aplicado em áreas de pastagens no semiárido do Brasil para a avaliação dos impactos da seca de 2012-2013 na vegetação. De acordo com os resultados 85% da região foi impactada pela seca entre os anos de 2012-2013. De maneira geral, os resultados obtidos por meio do índice VSWI concordaram com aqueles obtidos por meio de interpolação de dados observacionais de precipitação, armazenamento de água no solo (modelo de balanço hídrico) e dados de produção pecuária. Diante disso, a relação empírica LST-NDVI pode ser eï¬cazmente explorada como um indicador das características espaço-temporais de condições de estresse hídrico na vegetação para a região semiárida do Brasil. Além disso, os resultados também pontuaram para a importância da dinâmica da vegetação nas análises dos impactos da seca, uma vez que anos previamente mais secos ou mais úmidos apresentam impactos nos anos subsequentes (efeitos memória e recuperação vegetal).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
CUNHA, A. P. M. do A.; BRITO, S. S. de B.; ROSSATO, L.; ALVALÁ, R. C. dos S.; CUNNINGHAM, C.; ZERI, M.; MACIEL, A. P. dos R.; ANDRADE, E. S.; VIEIRA, R. M. da S. P.; CARVALHO, M. A. AVALIAÇÃO DE INDICADOR PARA O MONITORAMENTO DOS IMPACTOS DA SECA EM ÁREAS DE PASTAGENS NO SEMIÁRIDO DO BRASIL. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 69, n. 1, 2017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44034. Acesso em: 23 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Ana Paula M do Amaral Cunha, Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais - CEMADEN

Possui graduação em em Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2004). Iniciação científica na área de micrometeorologia, com enfoque em modelo de balanço hídrico. Mestrado em Meteorologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (2007) na área de micrometeorologia com enfoque em calibração de modelo de superfície para área de caatinga. Doutorado em meteorologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (2013) nas áreas de agrometeorologia, micrometeorologia e climatologia com enfoque em impactos climáticos das mudanças dos usos e cobertura para a região semiárida. Tem experiência em modelagem de processos de superfície, aplicação de dados de Sensoriamento Remoto em modelos de interação biosfera-atmosfera e calibração e validação de modelos (SSiB, IBIS/INLAND/MCGA). Atualmente desenvolve pesquisas no Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (CEMADEN), onde avalia a aplicação de índices para o monitoramento de seca no semi-árido do Nordeste do Brasil.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)