Estimativas do Nível do Mar na América do Sul a partir de Registros Maregráficos e Coordenadas SIRGAS-CON

Conteúdo do artigo principal

Lucas Gonzales Lima Pereira Calado
https://orcid.org/0000-0002-2456-8288
Silvio Jacks dos Anjos Garnés
https://orcid.org/0000-0002-0098-6645
Karoline Paes Jamur
https://orcid.org/0000-0003-0087-3197

Resumo

Neste estudo, avaliou-se a taxa relativa do nível do mar em 20 estações maregráficas, com dados mensais do Permanet Service for Mean Sea Level (PSMSL), na América do Sul. Para a estimativa do movimento vertical crustal foram utilizadas 12 estações do Global Navigation Satellite System (GNSS) da rede de monitoramento contínuo do Sistema de Referência Geocêntrico para as Américas (SIRGAS-CON), que ficam nas proximidades do marégrafo a uma distância máxima de 10km. Com o conhecimento da variação vertical, foi possível obter a taxa absoluta do nível do mar para 12 estações maregráficas. A análise estatística se procedeu pela regressão linear (linha de tendência) e regressão polinomial quadrática (aceleração). Assim, na América do Sul, a taxa de variação média do nível absoluto do mar resultou em 0,98 mm/ano ± 0,93 mm/ano, para um período médio de 1950 a 2018.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
CALADO, L. G. L. P.; GARNÉS, S. J. dos A.; JAMUR, K. P. Estimativas do Nível do Mar na América do Sul a partir de Registros Maregráficos e Coordenadas SIRGAS-CON. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 72, n. 1, p. 142–158, 2020. DOI: 10.14393/rbcv72n1-50434. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/50434. Acesso em: 26 nov. 2022.
Seção
Artigos Originais