Uma contribuição da semiótica peirceana à análise visual de mapas históricos

Conteúdo do artigo principal

Alan José Salomão Graça
Estevão Pastori Garbin
João Vitor Meza Bravo

Resumo

Considerando a necessidade do amadurecimento de técnicas para a análise de mapas históricos, este artigo apresenta uma contribuição teórico-metodológica baseada na semiótica de Charles Sanders Peirce. Neste sentido, o trabalho realiza uma síntese dos principais aspectos da semiótica peirceana, um breve olhar sobre a penetração destas pesquisas no Brasil e constrói algumas aproximações desta vertente semiótica e a técnica de leitura de mapas históricos desenvolvidas por Cintra (2015). Dessa forma, verificou-se que a semiótica peirceana provê bases sólidas de conhecimento aos pesquisadores interessados em investigar as características dos mapas históricos, demonstrando o ordenamento das etapas de análise, os aspectos ressaltados pelas categorias fenomenológicas peirceanas e a possibilidade de se verificar novas questões-problemas por meio da noção triádica do signo e suas tricotomias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
GRAÇA, A. J. S.; GARBIN, E. P.; BRAVO, J. V. M. Uma contribuição da semiótica peirceana à análise visual de mapas históricos. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 70, n. 2, p. 486–507, 2018. DOI: 10.14393/rbcv70n2-45379. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/45379. Acesso em: 1 dez. 2022.
Seção
Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>