Ensino da língua na perspectiva discursiva: um exercício de leitura

Autores

  • Victoria Wilson da Costa Coelho Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Faculdade de Formação de Professores

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v33n2a2017-3

Palavras-chave:

Ensino de Língua, Responsividade, Dialogismo, Letramento, Pragmática

Resumo

O trabalho concentra-se nos modos de conceber o ensino da língua portuguesa sob a perspectiva discursiva de raiz bakhtiniana, considerando, especialmente, os sentidos da "compreensão ativa e responsiva" da linguagem e do discurso. À luz do modelo ideológico de letramento e de alguns subsídios da pragmática, a sala de aula é entendida como espaço (de tensão) de construção de linguagens e conhecimentos oriundos de esferas distintas que ali se integram a partir de e com base em experiências sociais e subjetivas tanto de professores quanto de alunos. Objetiva-se elaborar uma aula em que os alunos sejam convidados a refletir e compreender que as palavras estão prenhes de um "conteúdo ideológico e vivencial", pois "não são palavras o que pronunciamos ou escutamos", mas atos de fala, ações com e sobre a linguagem. Articular o campo do letramento à teoria enunciativa bakhtiniana e ainda ao campo da pragmática é uma forma de entender como os aspectos sociais, extralinguísticos constituem, integram a língua e o discurso e os tornam vivos, ao mesmo tempo em que constituem os sujeitos em situações reais de interação, nas várias esferas sociais da vida. Integram-se a esse trabalho pedagogias que questionam a "visão bancária" do ensino e os saberes dominantes em relação aos outros saberes, a fim de, por meio do ensino da língua e da gramática, desestabilizar e desnaturalizar significados e sentidos regularizados e sacralizados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victoria Wilson da Costa Coelho, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Faculdade de Formação de Professores

Professora associada de Linguística do Departamento de Letras da Faculdade de Formação de Professores (FFP) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) onde atua na graduação, na pós graduação Lato sensu (Especialização em Ensino de Língua e Literaturas) e no Programa do Mestrado Profissionalizante em Letras (PROFLETRAS).

Downloads

Publicado

2017-11-08

Como Citar

COELHO, V. W. da C. Ensino da língua na perspectiva discursiva: um exercício de leitura. Letras & Letras, [S. l.], v. 33, n. 2, p. 65–80, 2017. DOI: 10.14393/LL63-v33n2a2017-3. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/36614. Acesso em: 20 maio. 2022.