O ensino de Gramática no Brasil e em Portugal: perspectivas em confronto

Autores

  • Andréia Rutiquewiski Gomes Universidade Tecnológica Federal do Paraná/Campus Curitiba
  • Audria Albuquerque Leal Universidade Nova de Lisboa
  • Sweder Souza Universidade Tecnológica Federal do Paraná http://orcid.org/0000-0002-7237-9078

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v33n2a2017-7

Palavras-chave:

Linguística Aplicada, Ensino de Língua Portuguesa, Gramática, Ensino de Gramática.

Resumo

Este artigo realiza um panorama acerca do ensino de Português como língua materna no Brasil e em Portugal. Dá-se destaque ao trabalho com a gramática em sala de aula, sobretudo no ensino médio (ou secundário). Para isso, expõem-se os documentos que fundamentam, de modo geral, o ensino em ambos os países e, a seguir, aprofundam-se os princípios teórico-metodológicos que norteiam o trabalho com a gramática. Bases legais (BRASIL, 1998, 2000, 2002, 2006; BUESCU et al. 2014) e literatura pertinente (ANTUNES 2003, 2007, 2014; MENDONÇA, 2006; MARCUSCHI, 2008; LOPES, 2005; WACHOWICZ, 2010, entre outros) respaldam as pesquisas documentais e as bibliográficas. Realiza-se, na sequência, uma análise crítico-comparativo acerca das recomendações oficiais para a atividade gramatical nos dois contextos. Tecem-se, por fim, algumas conclusões, que apontam os principais sensos e dissensos entre as abordagens adotadas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia Rutiquewiski Gomes, Universidade Tecnológica Federal do Paraná/Campus Curitiba

Possui graduação em Letras Português/Inglês pela Faculdade Estadual de Filosofia, Ciências e Letras de União da Vitória (1993), Especialização em Língua Portuguesa e Literatura (1998) pela mesma instituição, Mestrado em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001) e Doutorado em Letras pela Universidade Federal do Paraná (2006).

Audria Albuquerque Leal, Universidade Nova de Lisboa

Possui doutorado em Linguística, especialidade em Teoria do Texto, pela Universidade Nova de Lisboa (2011). Atualmente é pesquisadora do Centro de Linguística da Universidade Nova de Lisboa, atuando principalmente nos seguintes temas: Gêneros de Texto, Interacionismo Sociodiscursivo, Semiótica Social, linguagem não verbal, Semântica Enunciativa, livro didático, ensino de vocabulário, leitura, sala de aula e produção textual.

Sweder Souza, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Discente do Curso de Letras Português e Inglês da Universidade Tecnológica Federal do Paraná - UTFPR. Bolsista de Iniciação Científica pelo CNPq e Membro dos Grupos de Pesquisa em Estudo da Linguagem; Letramento, Prática Docente e Tecnologia; Discurso sobre Tecnologia, Identidade e Cultura; e Estudos dos Sons da Fala.

Downloads

Publicado

2017-11-08

Como Citar

GOMES, A. R.; LEAL, A. A.; SOUZA, S. O ensino de Gramática no Brasil e em Portugal: perspectivas em confronto. Letras & Letras, [S. l.], v. 33, n. 2, p. 153–184, 2017. DOI: 10.14393/LL63-v33n2a2017-7. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/36658. Acesso em: 15 ago. 2022.