Estudos toponímicos na região de colonização italiana do Nordeste do Rio Grande do Sul

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex11-v6n1a2020-2

Palavras-chave:

Toponímia, RCI, Imigração italiana

Resumo

Este artigo tem como tema os estudos toponímicos da Região de Colonização Italiana do Nordeste do Rio Grande do Sul – RCI, e o principal objetivo é apresentar, numa perspectiva comparativa, todas as pesquisas já realizadas sobre a região em nível de pós-graduação de 2010 a 2018. Entre os topônimos abordados estão nomes de ruas, bairros, localidades, escolas e cidades pertencentes à RCI. Em síntese, o que mais se destaca a partir da análise empreendida, é a relação entre os topônimos e as marcas culturais da imigração italiana, que foi o principal grupo étnico-linguístico a colonizar os atuais 58 municípios da RCI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARETTA, R. C. Estudo toponímico dos bairros e distritos de Farroupilha - RS. 2012. 73 f. Dissertação (Mestrado em Letras, Cultura e Regionalidade) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2012.

BERTOLETTI, F. E. V. A crônica de um povo: a toponímia na cidade de Cotiporã. 2016. 139 f. Dissertação (Mestrado em Letras, Cultura e Regionalidade) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2016.

CIOATO, F. B. Os nomes do município de São Marcos: linhas, comunidades, bairros e ruas. 2012. 106 f. Dissertação (Mestrado em Letras, Cultura e Regionalidade) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2012.

DAL PIZZOL, E. V. Os nomes das escolas da cidade de Bento Gonçalves: uma perspectiva onomástico-cultural. 2014. 164 f. Dissertação (Mestrado em Letras, Cultura e Regionalidade) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2014.

DAUZAT, A. Les noms de lieux. Paris: Librairie Delagrave, 1926.

DICK, M. V. de P. do A. A Motivação Toponímica e a Realidade Brasileira. São Paulo: Arquivo do Estado, 1990.

DICK, M. V. de P. do A. Toponímia e antroponímia no Brasil. Coletânea de estudos. São Paulo: Arquivo do Estado, 1992.

DICK, M. V. de P. do A. Rede de conhecimento e campo lexical: hidrônimos e hidrotopônimos na onomástica brasileira. In: ISQUERDO, A. N.; KRIEGER, M. da G. (org.). As ciências do léxico. 1 ed. v. II. Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2004.

FROSI, V. M.; MIORANZA, C. Imigração Italiana no Nordeste do Rio Grande do Sul: processos de formação e evolução de uma comunidade ítalo-brasileira. 2 ed. Caxias do Sul: Educs, 2009.

FROSI, V. M.; MIORANZA, C. Dialetos italianos: um perfil linguístico dos ítalobrasileiros no nordeste do Rio Grande do Sul. 2. ed. Caxias do Sul: Educs, 2013.

FROSI, V. M. Provérbios italianos: pérolas na educação informal dos ítalo-brasileiros. Caxias do Sul: Educs, 2015.

MISTURINI, B. A toponímia em Bento Gonçalves: um estudo interdisciplinar sobre os bairros da cidade. 2014. 115 f. Dissertação (Mestrado em Letras, Cultura e Regionalidade) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2014.

MISTURINI, B. Influências da imigração italiana na toponímia Bento-Gonçalvense. In: FROSI, V. M.; MISTURINI, B. (org.). Imigração italiana: estudos e pesquisas. São Leopoldo: Oikos, 2016. p. 225-240.

MISTURINI, B. A formação de uma região: leituras das marcas de colonização italiana nos topônimos do Nordeste do Rio Grande do Sul. 2018. 287 f. Tese de Doutorado (Doutorado em Letras – Associação Ampla UCS/UniRitter) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2018.

SARTORI, T. O. Ruas de minha cidade: um estudo hodonímico. 2010. 82 f. Dissertação (Mestrado em Letras, Cultura e Regionalidade) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2010.

SEIDE, M. S. Métodos de pesquisa em Antroponomástica. Domínios de Lingu@gem, v. 10, n. 3, p. 1146-1171, 2016. DOI https://doi.org/10.14393/DL23-v10n3a2016-19

SILVA, M. D. P. A razão de nomear: o papel da identidade étnica na denominação dos logradouros de Caxias do Sul. 2011. 147 f. Dissertação (Mestrado em Letras, Cultura e Regionalidade) – Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2011.

Downloads

Publicado

27-07-2020

Como Citar

Eckert, K. (2020). Estudos toponímicos na região de colonização italiana do Nordeste do Rio Grande do Sul. Revista GTLex, 6(1), 20–38. https://doi.org/10.14393/Lex11-v6n1a2020-2

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)