Simplificação, acessibilidade textual e tradução em ambientes multilíngues

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex6-v3n2a2018-3

Palavras-chave:

Educação a Distância, Formação de tradutores, Complexidade textual, Tradução, Terminologia

Resumo

Este artigo sintetiza resultados de duas pesquisas sobre recursos de Educação a Distância (EaD) voltados para a formação de tradutores, realizadas com o apoio da Secretaria de Educação a Distância da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) via Editais SEAD 24 e 25. Com a participação de alunos e de professores de disciplinas regulares de Tradução e Terminologia do curso de Letras-Bacharelado da UFRGS, as pesquisas trataram de: a) apresentar aos estudantes e professores os temas da complexidade textual, da simplificação e da acessibilidade terminológica em meio ao cenário atual da formação para a tradução profissional; b) demonstrar como esses temas podem ser explorados em contrastes multilíngues considerando a tradução, revisão e adaptação de textos de temática técnica-científica; c) propor e validar, via testagens, alternativas de atividades didáticas para apoiar a modalidade EaD em meio às atividades presenciais das disciplinas envolvidas. Os dados colhidos indicam os melhores perfis para atividades didáticas associadas aos temas em foco, em termos de recursos de EaD, assim como identificam eventuais problemas para o fluxo pedagógico, distinguindo pontos de maior ou de menor engajamento dos estudantes em torno da construção de suas competências e conhecimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

01-04-2020

Como Citar

Paraguassu, L., & Finatto, M. J. B. (2020). Simplificação, acessibilidade textual e tradução em ambientes multilíngues. Revista GTLex, 3(2), 251–293. https://doi.org/10.14393/Lex6-v3n2a2018-3