Do filme à graphic novel

Relações de intermidialidade em Yellow Submarine

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v37n1-2021-08

Palavras-chave:

Cinema, Graphic Novel, Intermidialidade, Quadrinho, Tradução Audiovisual

Resumo

Este artigo objetiva investigar um produto quadrinístico pelo viés da Intermidialidade. Nosso intento, assim, é observar aspectos de intermidialidade na obra Yellow Submarine, que, cinquenta anos depois de produção em filme, foi adaptado para graphic novel. Um cotejamento das duas obras, focando na produção em quadrinhos, será relevante para compreender o processo tradutório exigido na adaptação das mídias envolvidas. Estudar a intermidialidade entre cinema e literatura é uma das grandes áreas da adaptação fílmica e relevante dentro da Tradução Audiovisual. Ao final, trazemos uma proposta didática de uso deste tipo de estudo no contexto de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonia de Jesus Sales, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE)

Doutoranda em Estudos da Tradução, pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução (PGET) na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) – Campus Tauá

Referências

AMORIM, Marcel Álvaro de. Da tradução intersemiótica à teoria da adaptação intercultural: estado da arte e perspectivas futuras. RevistaItinerários, Araraquara, n. 36, p. 15-33, jan.-jun. 2013.

AZEVEDO, Mail Marques de. Referências intra e intermidiáticas em uma reescritura de Dom Casmurro. Revista Uniandrade, v. 11, n. 1, 2013. DOI: https://doi.org/10.18305/1679-5520/scripta.uniandrade.v11n1p182-200

COUGH, Chris. The publications and format of comics, graphic novesl and tankobons. Image and Narrative, v. 1, 2000. Disponível em: http://www.imageandnarrative.be/inarchive/narratology/chriscouch.htm. Acesso em: 01 nov. 2020.

DINIZ, Thaís Flores Nogueira. Intermidialidade: perspectivas no cinema. Rumores, n. 24, v. 12, 2018. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2018.143597

HUTCHEON, Linda. A theory of adaptation. New York: Routledge, 2006. DOI: https://doi.org/10.4324/9780203957721

HUTCHEON, Linda. Uma teoria da adaptação. Tradução de André Cechinel. 2. ed. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2013.

MACEDO, Gleica Helena Sampaio Machado Macedo. Entrevista Mario Cau: professor, quadrinista e ilustrador. Revista Pontos de Interrogação, Alagoinhas, v. 7, n. 1, p. 187-192, jan.-jun. 2017. DOI: https://doi.org/10.30620/p.i..v7i1.3938

MÜLLER, Jürgen. Intermidialidade revisitada: algumas reflexões sobre os princípios básicos desse conceito. In: DINIZ, Thaïs Flores N.; VIERIA, André S. (Org.) Intermidialidade e estudos interartes: desafios da arte contemporânea. v. 2. Belo Horizonte: Fale/UFMG, 2012. p. 75-98.

MORRISON, Bill. The Beatles Yellow Submarine. [s.l.]: Darkside Graphic Novel, 2018.

PINA, Patrícia Kátia da Costa. Literatura e quadrinhos em diálogo: Adaptação e leitura hoje. Revista Ipotesi, Juiz de Fora, v. 18, n. 2, p. 149-164, jul.-dez. 2014.

PINTO, Fernanda Paixão Araújo. Intermidialidade e uma aproximação interdisciplinar entre literatura e videoarte. Pontos de Interrogação, v. 7, n. 1, p. 7-12, 2017. DOI: https://doi.org/10.30620/p.i..v7i1.3928

RAMAZZINA GHIRARDI, Ana Luiza; RAJEWSKY, Irina; DINIZ, Thaïs Flores Nogueira. Intermidialidade e referências intermidiáticas: uma introdução. Revista Letras Raras, v. 9, n. 3, p. 11-23, ago. 2020. DOI: https://doi.org/10.35572/rlr.v9i3.1902

RAJEWSKY, Irina. Intermidialidade, intertextualidade e “remediação”: uma perspectiva literária sobre a intermidialidade. In: DINIZ, Thaïs Flores N. (Org.) Intermidialidade e estudos interartes: desafios da arte contemporânea. v. 2. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012. p. 51-74.

SALES, Antonia de Jesus. Tradução em três vertentes: teoria, prática, intersemiose e linguística de corpus. 1. ed. Mossoró: Queima-Bucha, 2017.

STEIL, Juliana. Autenticidade e intermidialidade nos livros iluminados de William Blake: um impasse para a tradução. Cadernos de Tradução, v. 39, n. 2, p. 32-47, 2019. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2019v39n2p32

WILLIAMS, Holy. Why the Beatles’ Yellow Submarine is a trippy cult. BBC News, 28 jul. 2018. Disponível em: http://www.bbc.com/culture/story/20180724-why-the-beatles-yellow-submarine-is-a-trippy-cult-classic. Acesso em: 30 maio 2019.

YELLOW SUBMARINE, Direção de George Dunning. Londres: 1968. Disponível em: https://mundocogumelo.blog.br/filmes-completos/submarino-amarelo-legendado/. Acesso em: 30 maio 2019.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

DE JESUS SALES, A. Do filme à graphic novel: Relações de intermidialidade em Yellow Submarine. Letras & Letras, [S. l.], v. 37, n. 1, p. 132–148, 2021. DOI: 10.14393/LL63-v37n1-2021-08. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/53738. Acesso em: 9 dez. 2022.