A tradução de música e ruídos na Legendagem para Surdos e Ensurdecidos (LSE) do filme 'O Palhaço'

Autores

  • Ítalo Alves Pinto de Assis Universidade Estadual do Ceará (UECE)/ Universidade Federal do Ceará (UFC)
  • Vera Lúcia Santiago Araújo Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v32n1a2016-19

Palavras-chave:

Tradução Audiovisual Acessível, Legendagem para surdos e ensurdecidos, Linguística de Corpus.

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo analisar a tradução de informações adicionais (música e ruídos) na Legendagem para Surdos e Ensurdecidos (LSE) do filme 'O Palhaço' (MELLO, 2011). Para tal, fez-se uso de uma metodologia de análise baseada em corpus. A primeira etapa de análise consistiu na etiquetagem do corpus a partir da replicação do quadro de etiquetas elaborado por Nascimento (2013). Após a etiquetagem, o corpus foi analisado com o auxílio do programa de análise linguística Wordsmith Tools 5.0 (SCOTT, 2008). Os resultados mostraram que os ruídos foram geralmente traduzidos adequadamente, enquanto que a tradução de música poderia deixar dúvidas para surdos, comprometendo, assim, sua eficácia. Os ruídos traduzidos de forma bem sucedida estavam, em sua maioria, diretamente ligados ao enredo do filme, como em [Estouro] para sinalizar o motivo da parada de uma caminhonete. Na tradução de música, contudo, houve casos em que não havia uma relação direta entre a legenda e o enredo do filme, como nas legendas não qualificadas por adjetivo - a legenda [Música para], por exemplo, e nas legendas qualificadas de forma equivocada, como no uso de [Música suave] para a tradução de músicas que nem sempre se encaixavam nessa descrição.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ítalo Alves Pinto de Assis, Universidade Estadual do Ceará (UECE)/ Universidade Federal do Ceará (UFC)

Possui graduação em Letras/Inglês pela Universidade Estadual do Ceará (2013). Durante a graduação, foi bolsista de Iniciação Científica da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - FUNCAP - de Mar/2013 à Jan/2014, sob orientação da Profa. Dra. Vera Lúcia Santiago Araújo. Possui mestrado pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PosLA) da Universidade Estadual do Ceará, também sob orientação da Profa. Dra. Vera Lúcia Santiago Araújo. Atualmente é professor substituto de Língua Inglesa (40h) da Universidade Federal do Ceará (UFC) nos curso de graduação em Letras - Inglês (Noturno) e Letras Português/Inglês (Diurno). Tem experiência nas áreas de Linguística Aplicada, Ensino de Língua Inglesa, Linguística de Corpus e Tradução, com ênfase em Tradução Audiovisual (Legendagem, Legendagem para Surdos e Ensurdecidos e Audiodescrição).

 

Vera Lúcia Santiago Araújo, Universidade Estadual do Ceará

Possui graduação em Letras pela Universidade Federal do Ceará (1982), mestrado em Mestrado Em Letras Língua Inglesa pela Universidade Estadual do Ceará (1994) e doutorado em Letras pela Universidade de São Paulo (2000). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual do Ceará e pesquisadora nível 2 do CNPq.. Tem experiência na área de Lingüística Aplicada, com ênfase em Tradução, atuando principalmente nos seguintes temas: tradução audiovisual, legendação-legendagem, audiodescrição e tradução audiovisual e ensino. 

Downloads

Publicado

2016-08-21

Como Citar

ASSIS, Ítalo A. P. de; ARAÚJO, V. L. S. A tradução de música e ruídos na Legendagem para Surdos e Ensurdecidos (LSE) do filme ’O Palhaço’. Letras & Letras, [S. l.], v. 32, n. 1, p. 369–386, 2016. DOI: 10.14393/LL63-v32n1a2016-19. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/33217. Acesso em: 5 dez. 2022.