Aspectos históricos na narrativa "O ciclo das águas", de Moacyr Scliar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v36n2-2020-9

Palavras-chave:

Literatura, História, Narrativa, O ciclo das águas, Moacyr Scliar

Resumo

Este artigo objetiva analisar a presença de elementos históricos na constituição do romance O ciclo das águas, do autor Moacyr Scliar. Essa obra ficcional, de 1975, apresenta o “tráfico de escravas brancas”, fato histórico ocorrido entre o final do século XIX e a Segunda Guerra Mundial, no qual mulheres judias eram aliciadas e prostituídas por uma organização criminal internacional, a Zwi Migdal. O texto de Scliar demonstra como a Literatura e a História possuem suportes afins, principalmente na utilização da narrativa como instrumento de escrita. Além disso, Moacyr Scliar faz uma abordagem de seu texto combinando tanto aspectos reais quanto imaginários: retrata, por meio do romance, toda a trajetória vivida por centenas de imigrantes judias que se dirigiram para a América, onde acabaram encontrando a prostituição. Dessa forma, Literatura e História são combinadas no processo narrativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lunara Calixto, Universidade Federal de Uberlândia

Lunara Abadia Gonçalves Calixto, Mestra em Estudos Literários pelo Programa de Pós-graduação em Estudos Literários da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), sob a orientação da Prof. Dr.ª Kenia Maria de Almeida Pereira. Atualmente, doutoranda em Estudos Literários pela mesma instituição. 

Referências

BENJAMIN, Walter. O narrador. Considerações sobre a obra de Nikolai Leskov. In: BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. Trad. Sergio Paulo Rouanet. 1985. Obras escolhidas, v. 1. p. 197-221.

CANDIDO, Antonio. Literatura e sociedade. 5. ed. São Paulo: Nacional, 1976.

CHARTIER, Roger. A história ou a leitura do tempo. Trad. Cristina Antunes. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

COMPAGNON, Antoine. O mundo. In: COMPAGNON, Antoine. Demônio da teoria: literatura e senso comum. Tradução de Cleonice Paes Barreto Mourão e Consuelo Fortes Santiago. 2. ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2012. p. 95-135.

DEL PRIORE, Mary. Histórias íntimas: sexualidade e erotismo na história do Brasil. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2011.

DEUTSCH, Sandra McGee. Argentina: Jewish Women. Jewish Women’s Archive: A Comprehensive Historical Encyclopedia, 01 mar. 2009. Disponível em: https://jwa.org/encyclopedia/article/argentina-Jewish-Women. Acesso em: 08 nov. 2018.

ISER, Wolfang. Os atos de fingir ou o que é fictício no ficcional. In: LIMA, Luiz Costa (Org.). Teoria da literatura em suas fontes: vol. II. 3. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. p. 957-984.

KOSELLECK, Reinhart. Futuro Passado: contribuição à semântica dos tempos históricos. Rio de Janeiro: Contraponto: PUC-Rio, 2006.

KUSHNIR, Beatriz. Baile de máscaras: mulheres judias e prostituição: as Polacas e suas Associações de Ajuda Mútua. Rio de Janeiro: Imago Ed, 1996.

MORPURGO, Giulia. Jewish Mafia and prostitute traffic: Zwi Migdal’s forgotten story. JoiMag: Jewish, open and inclusive Magazine, 02 jul. 2018.

SCLIAR, Moacyr. A condição judaica. Porto Alegre: L&PM, 1985.

SCLIAR, Moacyr. O ciclo das águas. Porto Alegre: L&PM. 2002.

SZKLO, Gilda Salem. O bom fim do shtetl: Moacyr Scliar. São Paulo: Perspectiva, 1990.

RICOEUR, Paul. Tempo e Narrativa – Tomo III. Trad. Roberto Leal Ferreira. Campinas: Papirus, 1997.

WALDMAN, Bertha. Entre braços e pernas: prostitutas estrangeiras na Literatura Brasileira do Século XX. In: WALDMAN, Bertha. Entre passos e rastros: presença judaica na literatura brasileira contemporânea. São Paulo: Perspectivas: FAPESP: Associação Universitária de Cultura Judaica, 2003, p. 169-189.

WHITE, Hayden. O texto histórico como artefato literário. In: WHITE, Hayden Trópicos do discurso: ensaios sobre a crítica da cultura. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1994. p. 97-116.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

CALIXTO, L. Aspectos históricos na narrativa "O ciclo das águas", de Moacyr Scliar. Letras & Letras, [S. l.], v. 36, n. 2, p. 162–180, 2020. DOI: 10.14393/LL63-v36n2-2020-9. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/51345. Acesso em: 8 ago. 2022.