Fake news e desinformação sobre vacinas

contribuições dos estudos da Terminologia, do Texto e do Discurso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex12-v6n2a2021-1

Palavras-chave:

Fake News, Discurso Antivacina, Terminologia, Léxico, Texto especializado

Resumo

O artigo apresenta a questão das fake news e desinformações durante a pandemia de COVID-19 e examina textos em português, compartilhados em redes sociais, sobre perigos da vacinação. Busca descrever em que medida esses textos e discursos, produzidos e compartilhados no Brasil, poderiam ser particularizados frente aos que trazem informações contrárias. Com um contraste inicial, em um estudo piloto, examina-se a apresentação lexical e discursiva de um vídeo transcrito cujo conteúdo coloca em dúvida a segurança de uma vacina. O texto transcrito é comparado com outros materiais, que servem de contraponto. Ao final, discutem-se as contribuições das Ciências do Léxico, dos estudos de Terminologia e Estudos do Texto e do Discurso para a descrição e tratamento de textos que podem induzir à desinformação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria José B. Finatto, UFRGS, PPG-LETRAS, Estudos da Linguagem

Professora Titular (2017). Docente  aposentadada (2019) do Departamento de Linguística, Filologia e Teoria Literária da UFRGS, orientador de mestrado e de doutorado junto ao PPG-Letras da UFRGS na linha de pesquisa Lexicografia e Terminologia: Relações textuais, Especialidade: Teorias do Léxico.

Adriana da Silva, Universidade Federal de Viçosa

Professora Adjunta do Departamento de Letras da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Francine Facchin Esteves, UFRGS

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPG-Letras) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

ABONIZIO, H. Q.; DE MORAIS, J. I.; TAVARES, G. M.; BARBON JUNIOR, S. Language-Independent Fake news Detection: English, Portuguese, and Spanish Mutual Features. Future Internet, 12(5):87, 2020. Disponível em: https://www.mdpi.com/1999-5903/12/5/87. Acesso em: 20 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.3390/fi12050087.

AGÊNCIA LUPA. Como a Lupa faz suas checagens? 15 out. 2015. Disponível em: https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2015/10/15/como-fazemos-nossas-checagens/. Acesso em: 19 jan. 2021.

ANTHONY, L. AntConc (versão 3.5.7) [Computer Software]. Tokyo, Japão: Waseda University, 2018. Disponível em: http://www.laurenceanthony.net/software.

BARBOSA, M. A. Para uma etno-terminologia: recortes epistemológicos. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 58, n. 2, p. 48-51, abr./jun. 2006. Disponível em: http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252006000200018. Acesso em: 20 de maio 2021.

BARROS, D. L. P. Estudos do texto e do discurso no Brasil. Delta, v. 15, n. 3, p. 183-199, 1999. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/delta/article/view/40334. Acesso em: 20 jan. 2021. DOI https://doi.org/10.1590/S0102-44501999000300008

BETETI, F. 2020. Não leia a bula da Pfizer se você faz sexo. Acabaram minhas férias depois dessa notícia. [Vídeo]. 30 dez. 2020. Disponível em: https://youtu.be/nBomFRTXtwM. Acesso em: 19 jan. 2021.

BIONTECH SE. A Phase 1/2/3, Placebo-controlled, Randomized, Observer-blind, Dose-finding Study to Evaluate the Safety, Tolerability, Immunogenicity, and Efficacy of Sars-Cov-2 RNA Vaccine Candidates Against COVID-19 in Healthy Individuals. BioNTech SE, Protocol C4591001, nov. 2020. Disponível em: https://cdn.pfizer.com/pfizercom/2020-11/C4591001_Clinical_Protocol_Nov2020.pdf. Acesso em: 19 jan. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. O que muda com o registro de uma vacina? Portal de Notícias do Ministério da Saúde, 24 fev. 2021. Disponível em:

https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2021/o-que-muda-com-o-registro-de-uma-vacina. Acesso em: 26 fev. 2021.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Plenário decide que vacinação compulsória contra Covid-19 é constitucional. Portal do Supremo Tribunal Federal, 17 dez. 2020. Disponível em:

https://portal.stf.jus.br/noticias/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=457462&ori=1. Acesso em: 19 jan. 2021.

CABRÉ, M. T.; DOMÈNECH, O.; ESTOPÀ, R. La terminologia avui: termes, textos i aplicacions. Barcelona: Editorial UOC, 2018.

CORSO, M. O que aprendemos com as pandemias? Zero Hora, Porto Alegre, 7 abr. 2021. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/colunistas/mario-corso/noticia/2021/04/o-que-aprendemos-com-as-pandemias-ckn7hunls000g0198dwu1wwb2.html. Acesso em: 08 abr. 2021.

DECS. Descritores em Ciências da Saúde. Teratogênese. Disponível em: https://decs.bvsalud.org/ths/resource/?id=55223&filter=ths_termall&q=TERATOGêNESE. Acesso em: 03 fev. 2021.

DROUIN, P. 2003. Term extraction using non-technical corpora as a point of leverage. Terminology, 1(9): p. 99-115, 2003. Disponível em: https://www.jbe-platform.com/content/journals/10.1075/term.9.1.06dro. Acesso em: 20 mar. 2021. DOI https://doi.org/10.1075/term.9.1.06dro.

FEBRASGO. Complemento à Recomendação Febrasgo na Vacinação de gestantes e lactantes contra COVID-19. Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia. 3 fev. 2021. Disponível em: https://www.febrasgo.org.br/pt/noticias/item/1211-complemento-a-recomendacao-febrasgo-na-vacinacao-de-gestantes-e-lactantes-contra-covid-19. Acesso em: 20 mar. 2021.

FINATTO, M. J. B. O papel da definição de termos técnico-científicos. Revista da ABRALIN, Florianópolis, v. 1, n. 1, p. 73-97, 2002. Disponível em https://revista.abralin.org/index.php/abralin/article/view/729. Acesso em: 20 jan. 2021. DOI https://doi.org/10.5380/rabl.v1i1.52704

FINATTO, M. J. B. Termos, textos e textos com termos: novos enfoques dos estudos terminológicos de perspectiva linguística. In: ISQUERDO, A. N.; KRIEGER, M. G. (org.). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. Campo Grande: Ed. UFMS, 2004. v.2, p. 341-358. 381p.

FINATTO, M. J. B. Complexidade textual em artigos científicos: contribuições para o estudo do texto científico em português. Organon (UFRGS), v. 50, p. 30-45, 2011. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/organon/article/view/28340/16989. Acesso em: 20 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.22456/2238-8915.28340.

FINATTO, M. J. B.; MOTTA, E. Terminologia e Acessibilidade. Revista GTLex, v. 2, n. 2, p. 316-356, 2019. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/GTLex/article/view/44063. Acesso em: 20 jan. 2021. DOI: https://doi.org/10.14393/Lex4-v2n2a2017-6.

FINATTO, M. J. B.; PONOMARENKO, G.; BERWANGER, L. Não basta ler, tem que entender. Revista Roseta, v. 2, n. 1, 2019. Disponível em: http://www.roseta.org.br/pt/2019/04/04/nao-basta-ler-tem-que-entender-simplificando-textos/. Acesso em: 20 jan. 2021.

FINATTO, M. J. B. Acessibilidade textual e terminológica: promovendo a tradução intralinguística. Revista Estudos Linguísticos, v. 49, n. 1, p. 72-96, 2020. Disponível em: https://revistas.gel.org.br/estudos-linguisticos/article/view/2775/1675. Acesso em: 19 mai. 2021. DOI: https://doi.org/10.21165/el.v49i1.2775.

FONSECA, B. O que é fact-checking. Agência Pública, ed. 949, 23 jun. 2017. Disponível em: https://apublica.org/2017/06/truco-o-que-e-fact-checking/. Acesso em: 20 jan. 2021.

GOMES, C. A. Os tipos de fake news sobre vacina. Revista Roseta, v. 4, n. 1, 2021. Disponível em: http://www.roseta.org.br/2021/03/03/os-tipos-de-fake-news-sobre-vacina/. Acesso em: 19 mar. 2021. DOI https://doi.org/10.25189/2675-4916.2020.v1.n4.id267

GONÇALVES, M.; COHEUR, L.; BAPTISTA, J.; MINEIRO, A. Avaliação de recursos computacionais para o português. Linguamática, 12(2), 51-68, 2020. Disponível em: https://linguamatica.com/index.php/linguamatica/article/view/331. Acesso em: 21 jan. 2021. DOI https://doi.org/10.21814/lm.12.2.331

HOFFMANN, L. Conceitos básicos da Linguística de Linguagens Especializadas. In: FINATTO, M. J. B.; ZILIO, L. (org.). Textos e termos por Lothar Hoffmann, um convite para o estudo das linguagens técnico-científicas. Porto Alegre: Palotti, 2015. 256 p.

HOLAN, A. D. The media's definition of fake news vs. Donald Trump's. Politifact. 18 out. 2017. Disponível em: https://www.politifact.com/article/2017/oct/18/deciding-whats-fake-medias-definition-fake-news-vs/. Acesso em: 19 jan. 2021.

KRIEGER, M. G; FINATTO, M. J. B. Introdução à Terminologia: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2004. 223 p.

LARSSON, P. Negação dos riscos de doenças e dos benefícios de imunizantes já fazia parte do discurso de antivacinacionistas de 1885 — estratégia reproduzida até hoje. Galileu, Saúde, 25 out. 2020. Disponível em: https://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Saude/noticia/2020/10/movimento-antivacina-usa-os-mesmos-argumentos-ha-135-anos-aponta-cientista.html. Acesso em: 28 jan. 2021.

MACÁRIO, C. #Verificamos: é falso que mortes por Covid-19 aumentaram na Suíça depois que país suspendeu uso da hidroxicloroquina. Agência Lupa, 30 abr. 2021. Disponível em: https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2021/04/30/verificamos-mortes-covid-19-suica-hidroxicloroquina/. Acesso em: 19 mai. 2021.

MAINGUENEAU, D. Resposta ao medo. Revista Linguasagem, São Carlos, v. 35, Dossiê Discurso em Tempos de Pandemia, set. 2020, p. 1-17. ISSN: 1983 -6988. Disponível em: http://www.linguasagem.ufscar.br/index.php/linguasagem/article/view/763. Acesso em: 20 mar. 2021.

MERRIAM-WEBSTER. The Real Story Of 'Fake news': The term seems to have emerged around the end of the 19th century. Merriam-Webster, 2021. Disponível em: https://www.merriam-webster.com/words-at-play/the-real-story-of-fake-news. Acesso em: 20 mar. 2021.

MONTEIRO, R. A.; SANTOS, R. L. S.; PARDO, T. A. S.; ALMEIDA T. A.; RUIZ, E. E. S.; VALE, O. A. Contributions to the Study of Fake news in Portuguese: New Corpus and Automatic Detection Results. In: VILLAVICENCIO A. et al. (ed.). Computational Processing of the Portuguese Language. PROPOR 2018. Lecture Notes in Computer Science, vol 11122. Springer, Cham. Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007%2F978-3-319-99722-3_33. Acesso em: 20 mar. 2021. DOI https://doi.org/10.1007/978-3-319-99722-3_33.

MORONI, J. Possíveis impactos de fake news na percepção-ação coletiva. Complexitas — Rev. Fil. Tem., Belém, v. 3, n. 1, p. 130-160, jan./jun. 2018. Disponível em: https://periodicos.ufpa.br/index.php/complexitas/article/view/6625. Acesso em: 20 mar. 2021. DOI: http://dx.doi.org/10.18542/complexitas.v3i1.6625.

MORETZSOHN, S. Pensando contra os fatos. Jornalismo e cotidiano. Do senso comum ao senso crítico. Rio de Janeiro - RJ: Revan, 2007. 304 p.

MORETZSOHN, S. Chaff, wheat, filters, and bubbles: a discussion on fake news, journalism, credibility, and affections at network times. Brazilian Journalism Research (on-line), v. 15, n.3, p. 540-561, 2019. Disponível em: https://bjr.sbpjor.org.br/bjr/article/view/1188. Acesso em: 20 mar. 2021. DOI https://doi.org/10.25200/BJR.v15n3.2019.1188.

OTIS, C. L. True or False: A CIA Analyst's Guide to Spotting Fake news. Feiwel & Friends, 2020. 336 p. [E-book].

PASQUALINI, B. F. CorPop: um corpus de referência do português popular escrito do Brasil. 250p. Tese (Doutorado) — Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2018.

PASSOS, F. T.; FILHO, I. M. M. Movimento antivacina: revisão narrativa da literatura sobre fatores de adesão e não adesão à vacinação. Revista JRG de Estudos Acadêmicos, v. 3, n. 6, 2020.. Acesso em: 20 mar. 2021. DOI https://doi.org/10.5281/zenodo.3891915.

PFIZER. Pfizer and BioNTech Commence Global Clinical Trial to Evaluate COVID-19 Vaccine in Pregnant Women. Pfizer News, 18 fev. 2021. Disponível em: https://www.pfizer.com/news/press-release/press-release-detail/pfizer-and-biontech-commence-global-clinical-trial-evaluate. Acesso em: 20 mar. 2021.

PROJETO COMPROVA. Médico espalha informações falsas sobre segurança das vacinas mRNA contra covid-19. Estadão Verifica, 17 dez. 2020. Disponível em: https://politica.estadao.com.br/blogs/estadao-verifica/medico-espalha-informacoes-falsas-sobre-seguranca-das-vacinas-mrna-contra-covid-19/. Acesso em: 21 mar. 2021.

PROJETO COMPROVA. Médicos não provaram que uma vacina precisa de 10 anos de pesquisa para ser segura. Estadão Verifica, 17 dez. 2020. Disponível em: https://politica.estadao.com.br/blogs/estadao-verifica/medicos-nao-provaram-que-uma-vacina-precisa-de-10-anos-de-pesquisa-para-ser-segura/. Acesso em: 21 mar. 2021.

QUEIROZ, G. #Verificamos: É falso que vacina financiada pela Fundação Gates seja a mesma desenvolvida por empresa chinesa. Agência Lupa. Folha UOL/Piauí, 18 jun. 2020. Disponível em: https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2020/06/18/verificamos-vacina-gates-chinesa. Acesso em: 31 mar. 2021.

REATEGUI, E.; EPSTEIN, D.; LORENZATTI, A.; KLEMANN, M. Sobek: A Text Mining Tool for Educational Applications. In: International Conference on Data Mining, 2011, Las Vegas, Estados Unidos. Anais do DMIN '11, 2011. p. 59-64. Disponível em: http://sobek.ufrgs.br/. Acesso em: 20 mar. 2021.

RECUERO, R.; GRUZD A. Cascatas de “Fake news” Políticas: um estudo de caso no Twitter. Galáxia (PUCSP), v. 41, p. 31-47, 2019. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/gal/n41/1519-311X-gal-41-0031.pdf. Acesso em: 18 jan. 2021. DOI https://doi.org/10.1590/1982-25542019239035

REGINATO, G. D. As finalidades do jornalismo. 278 p. Florianópolis - SC: Editora Insular, 2019.

ROSO, L. "Mudar o DNA", "controle por chip" e "enzima do demônio": confira respostas de especialistas para fake news de vacinas. Notícias falsas ganharam volume assustador neste 2020 de crise sanitária global. GZH Saúde, 20 out. 2020. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/saude/noticia/2020/12/mudar-o-dna-controle-por-chip-e-enzima-do-demonio-confira-respostas-de-especialistas-para-fake-news-de-vacinas-ckj0dcq0r0001017wqnp9r3d3.html. Acesso em: 08 abr. 2021.

SANTOS, R. L. S.; MONTEIRO, R. A.; PARDO, T. A. S. The Fake.Br corpus — a corpus of fake news for Brazilian Portuguese. In: Latin American and Iberian Languages Open Corpora Forum (OpenCor), 2018, Canela. Anais do Latin American and Iberian Languages Open Corpora Forum (OpenCor), v. 1. p. 1-2, 2018. Disponível em: https://sites.icmc.usp.br/taspardo/OpenCor2018-SantosEtAl.pdf. Acesso em: 20 fev. 2021.

SCARTON, C. E.; ALUÍSIO, S. M. Análise da Inteligibilidade de textos via ferramentas de Processamento de Língua Natural: adaptando as métricas do Coh-Metrix para o Português. Linguamática (Revista para o Processamento Automático das Línguas Ibéricas), v. 2, n. 1, p. 45-61, 2010. Disponível em: http://linguamatica.com/index.php/linguamatica/article/viewfile/44/59. Acesso em: 20 fev. 2017.

SILVA, R. M.; SANTOS, R. L. S.; ALMEIDA, T. A.; PARDO, T. A. S. Towards automatically filtering fake news in Portuguese. Expert Systems with Applications, v. 146, p. 1-14, 2020. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0957417420300257. Acesso em: 20 fev. 2021. DOI https://doi.org/10.1016/j.eswa.2020.113199.

SILVERMAN, C. I helped popularize the term “Fake news” and now I cringe every time I hear it. BuzzFeedNews, 31 dez. 2017. Disponível em: https://www.buzzfeednews.com/article/craigsilverman/i-helped-popularize-the-term-fake-news-and-now-i-cringe. Acesso em: 04 abr. 2021.

VISCARDI, J. M. Fake news, verdade e mentira sob a ótica de Jair Bolsonaro no Twitter. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, v. 59, n. 2, p. 1134-1157, 2020. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-18132020000201134&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 02 abr. 2021. DOI https://doi.org/10.1590/01031813715891620200520

VESZELSZKI, A. Linguistic and Non-Linguistic Elements in Detecting (Hungarian) Fake news. Acta Universitatis Sapientiae. Acta Universitatis Sapientiae Communicatio, v. 4, n. 1, p. 7-35, 2017. Disponível em: https://sciendo.com/article/10.1515/auscom-2017-0001. Acesso em: 04 abr. 2021. DOI https://doi.org/10.1515/auscom-2017-0001.

WENDLING, M. The (almost) complete history of 'fake news'. BBC Trending, 22 jan. 2018. Disponível em: https://www.bbc.com/news/blogs-trending-42724320. Acesso em: 19 jan. 2021.

Downloads

Publicado

22-05-2021

Como Citar

Finatto, M. J. B., Silva, A. da, & Esteves, F. F. . (2021). Fake news e desinformação sobre vacinas: contribuições dos estudos da Terminologia, do Texto e do Discurso. Revista GTLex, 6(2), 345–394. https://doi.org/10.14393/Lex12-v6n2a2021-1