O uso de selfie: a internet viralizando o empréstimo em três línguas

Autores

  • Beatriz Curti Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP http://orcid.org/0000-0002-5497-5589
  • Jean Michel Pimentel Rocha Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP
  • Flávia Cambi Alves Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex3-v2n1a2016-5

Palavras-chave:

Internet, Selfie, Neologismo, Empréstimo, Estrangeirismo

Resumo

Com base na hipótese de que a internet e as ferramentas tecnológicas possibilitam um maior intercâmbio entre as culturas, sobretudo por meio do léxico, este trabalho investiga, partindo da língua inglesa, a incorporação da unidade lexical (UL) selfie nas línguas portuguesa, espanhola e francesa, verificando o processo de fixação, de lexicalização e de produtividade desse estrangeirismo, bem como as colocações formadas a partir dessa UL. Para tanto, esta pesquisa se fundamenta nos estudos em Lexicologia, mais especificamente nos estudos acerca do empréstimo, do estrangeirismo e do processo de neologia. Ademais, este estudo se apoia ainda na Fraseologia e na Linguística de Corpus para averiguar as combinações lexicais recorrentes que apresentam selfie como base de sintagmas verbais, adjetivais e nominais. Dessa forma, investiga-se a influência do ambiente virtual e das tecnologias na propagação da UL selfie é investigada, a fim de constatar seu uso global, bem como verificar se é possível classificá-la como neologismo nas línguas Latinas estudadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Curti, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Atualmente, desenvolve pesquisa em nível de Doutorado, junto ao Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos, pela Unesp/São José do Rio Preto, sob os auspícios da FAPESP. Graduou-se em Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor (Francês/Espanhol) pela mesma instituição (2014). Tem experiência na área de Linguística, atuando, principalmente, nos seguintes temas: Terminologia Diacrônica, terminologia jurídica, aspectos socioculturais e históricos em Terminologia. Atuou como professora de língua francesa em cursos de extensão e nos cursos de graduação em Licenciatura em Letras e Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor oferecidos pela mesma instituição.

Jean Michel Pimentel Rocha, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Flávia Cambi Alves, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - UNESP

Mestra em Estudos Linguísticos pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da Universidades Estadual Paulista (UNESP), câmpus de São José do Rio Preto (2016). Graduou-se em Licenciatura em Letras (Habilitação Português/Espanhol) na mesma universidade (2013). Desenvolveu, ainda como graduanda, pesquisa voltada para a área de Análise Linguística, financiada pela Fapesp.

Referências

ABC Science blog. A brief history of the selfie. ABC Online. Retrieved 30 June 2015. Disponível em <http://www.abc.net.au/science/articles/2014/08/12/4065062.htm> Acesso em: 13 fev. de 2016.

ALVES, I. M. Neologismo criação lexical. São Paulo: Ática, 1990.

ATILF. Le Trésor de la Langue Française Informatisé. Disponível em: <http://atilf.atilf.fr/>. Acesso em: 09 mar. 2016.

AULETE. Dicionário online Caldas Aulete. Disponível em: < http://www.aulete.com.br/>. Acesso em: 20 mar. 2016.

BERBER SARDINHA, T. Linguística de Corpus. Barueri: Manole, 2004.

BARONI, M. BERNARDINI, S. BootCaT: Bootstrapping corpora and terms from the web. In: Proceedings of LREC 2004: 4th International Conference on Language Resources And Evaluation. Lisboa: Elda, 2004. p. 1313-1316.

BIDERMAN, M. T. C. Padronização linguística cultural provocada pelos meios de comunicação de massa. São Paulo: Alfa, 1980. p. 25-48.

C

CAMBRIDGE. Cambridge English Dictionary. Disponível em: <http://dictionary.cambridge.org/>. Acesso em: 13 fev. 2016.

CENTRE NATIONAL DE RESSOURCES TEXTUELLES ET LEXICALES. CNRTL Corpus, França, 2012. Disponível em : <http://www.cnrtl.fr/corpus/>. Acesso em 31 mai 2016.

COLLINS. Colins Dictionary. Disponível em: < http://www.collinsdictionary.com/>. Acesso em 13 fev. 2016.

CORPAS PASTOR, G. Manual de fraseología española. Madrid: Gredos, 1996.

DAVIES, M. The Corpus of Contemporary American English: 425 million words, 1990-present. Disponível em: < http://corpus.byu.edu/COCA/>. Acesso em: 13 fev. 2016.

______; FERREIRA, M. (2006-) Corpus do Português: 45 million words, 1300s-1900s. Disponível em: < http://www.corpusdoportugues.org>. Acesso em: 13 fev. 2016.

______. (2004-) BYU-BNC. (Based on the British National Corpus from Oxford University Press). Disponível em: <http://corpus.byu.edu/bnc/>. Acesso em: 13 fev. 2016.

______. (2002-) Corpus del Español: 100 million words, 1200s-1900s. Disponível em: <http://www.corpusdelespanol.org>. Acesso em: 13 fev. 2016.

______. (2015) The Wikipedia Corpus: 4.6 million articles, 1.9 billion words. Adapted from Wikipedia. Available online at <http://corpus.byu.edu/wiki/>. Acesso em: 13 fev. 2016.

______. (2013) Corpus of Global Web-Based English: 1.9 billion words from speakers in 20 countries. Disponível em: <http://corpus.byu.edu/glowbe/>. Acesso em: 13 fev. 2016.

DICIONÁRIO INFORMAL. Dicionário online

DRAE. Diccionario de la Lengua Española. Disponível em: <http://dle.rae.es/>. Acesso em: 20 mar. 2016.

ENIKOS.

FERRAZ, A. P. A inovação lexical e a dimensão social da língua. In: SEABRA, M. C. T. C. (Org). O léxico em estudo. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

FERREIRA, G. V. dos S.; GOMES, N. dos S. Os estrangeirismos na língua portuguesa. Revista Philologus, Ano 20, N° 60 Supl. 1: Anais da IX JNLFLP. Rio de Janeiro: CiFEFiL, set./dez.2014. Disponível em: http://www.filologia.org.br/revista/60supl/161.pdf>. Acesso em: 09 mar. 2016.

FLETCHER, M.

FUND

GALLI, F. C. S.. Linguagem da Internet: um meio de comunicação global. In: MARCUSCHI, L. A.; XAVIER, A. C. dos S.. (Org.). Hipertexto e gêneros digitais: novas formas de construção do sentido. Rio de Janeiro-RJ: Lucerna, 2004. p. 147-164.

GARCEZ, P. M.; ZILLES, A. M. S.

GUNTHERT, A. La consécration du selfie.

ILARI, R. Introdução ao estudo do léxico: brincando com as palavras. São Paulo: Contexto, 2003.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de janeiro: DP&A, 2006.

LAROUSSE. Dictionnaire français. Disponível em: <http://www.larousse.fr/dictionnaires/francais/>. Acesso em: 09 mar. 2016.

ORENHA-OTTAIANO, A. A compilação de um glossário bilíngue de colocações, na área de jornalismo de Negócios, baseado em corpus comparável. 2004. 246 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos e Literários), USP

OXFORD. Oxford Dictionaries. Disponível em: <http://www.oxforddictionaries.com/pt/thesaurus/>. Acesso em: 13 fev. 2016.

POGONTSEVA, D. V. SELFIE

RADULOVA, L. Australia revealed to have invented the word 'selfie' as more than 2000 Aussie phrases and words are added to Oxford Dictionaries. Daily mail online. Austrália, 29 abr. 2015. Disponível em: <http://www.dailymail.co.uk/news/article-3061118/Australia-revealed-invented-word-selfie-2000-Aussie-phrases-words-added-Oxford-Dictionaries.html>. Acesso em: 12 abr. 2016.

REAL ACADEMIA ESPA

REVERSO. Dictionnaire Reverso

RIBEIRO, S. N. O léxico em movimento: comentários sobre neologia e neologismos. Cadernos do CNFL, série VIII, n. 13, 2004. (VIII Congresso Nacional de Linguística e Filologia & I Congresso Internacional de Estudos Filológicos e Linguísticos, 8, Rio de Janeiro, 2004). Disponível em: <http://www.filologia.org.br/viiicnlf/anais/caderno13-18.html>. Acesso em: 09 mar. 2016.

SILVA, M. C. P. Uma análise comparativa dos verbos franceses mais freqüentes de primeiro grupo nos dicionários bilíngües francês-português. 1997, 234 p. Dissertação (Mestrado em Linguística e Língua Portuguesa)

SCOTT, M. WordSmith Tools: version 6. Stroud: Lexical Analysis Software, 2012.

SINCLAIR, J. Corpus, concordance and collocation. Oxford: Oxford University Press, 1991.

WORTSCHATZ. WortSchatz Corpus, Université de Leipzig, 2016. Disponível em: <http://wortschatz.uni-leipzig.de/ws_fra/>. Acesso em: 31 mai. 2016.

ZANCHETTA, E; BARONI, M; BERNARDINI, S.: Corpora for the masses: the BootCaT front-end. In: Corpus Linguistics 2011 Conference, 2011, Birmingham. Abstracts. Birmingham: University of Birmingham, 2011.

Downloads

Publicado

13-06-2017

Como Citar

Curti, B., Rocha, J. M. P., & Alves, F. C. (2017). O uso de selfie: a internet viralizando o empréstimo em três línguas. Revista GTLex, 2(1), 115–140. https://doi.org/10.14393/Lex3-v2n1a2016-5

Edição

Seção

Artigos