A Dinâmica de Colaborações OpenStreetMap e sua Relação com as Atividades de Uso e Ocupação do Solo: um Estudo Segundo Zoneamento de Curitiba

Conteúdo do artigo principal

Caio dos Anjos Paiva
http://orcid.org/0000-0002-1798-5307
Silvana Philippi Camboim
https://orcid.org/0000-0003-3557-5341

Resumo

Em regiões com défict ou restrição de acesso a dados espaciais oficiais, conhecer a qualidade dos dados colaborativos permite minimizar a falta de informação espacial. Admitindo como parâmetro de qualidade dos dados colaborativos a chamada Inteligência Espacial Coletiva, o presente artigo verifica a dependência entre a dinâmica das colaborações na plataforma OpenStreetMap e a aglomeração de pessoas. Para tal assumiu duas vertentes como influenciadoras dessa aglomeração: à derivada das atividades econômicas e a aglomeração derivada do local onde as pessoas resindem. Identificado essa dependência, foi possível estipular variáveis de qualidade para os dados colaborativos quando esses são qualificados em função da Inteligência Espacial Coletiva. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
PAIVA, C. dos A.; CAMBOIM, S. P. A Dinâmica de Colaborações OpenStreetMap e sua Relação com as Atividades de Uso e Ocupação do Solo: um Estudo Segundo Zoneamento de Curitiba. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 73, n. 1, p. 73–87, 2021. DOI: 10.14393/rbcv73n1-51017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/51017. Acesso em: 3 dez. 2022.
Seção
Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)