O MAPA NO ENSINO OCUPA UM ESPECTRO QUE TRAMITA PELA LEITURA E FEITURA ALTIMÉTRICA

Conteúdo do artigo principal

Ana Claudia Biz
Mafalda Nesi Francischett

Resumo

A questão principal nesta proposta é o encontro dos princípios da Semiologia Gráï¬ca com a didática de ensinar e aprender a ler altimetricamente o mapa. Também a compreensão das paletas gráï¬cas em continuidade, de maneira que a ordem visual reflita a ordem dos dados e conduza dialeticamente a pensar na paisagem implícita e explicitamente representada. O objetivo é de contribuir para o entendimento da variável cor, logicamente organizada no mapa temático altimétrico, de modo a colaborar com o ensino da leitura e feitura dos mapas e da temática por eles abordada, na classiï¬cação que representa o relevo nos dois elementos: altitude e declividade. Na representação do relevo, são utilizados pontos altimétricos, curvas de nível e cores hipsométricas. Neste texto apresentamos uma proposta de atividade simples com os mapas altimétricos que pode ser desenvolvida a partir das bases do mapa do estado do Paraná e do mapa do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
BIZ, A. C.; FRANCISCHETT, M. N. O MAPA NO ENSINO OCUPA UM ESPECTRO QUE TRAMITA PELA LEITURA E FEITURA ALTIMÉTRICA. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 69, n. 3, 2017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44350. Acesso em: 25 maio. 2022.
Seção
Artigos