ANÁLISE DE USABILIDADE DA PLATAFORMA FOTOGRAMÉTRICA EDUCACIONAL E-FOTO PARA O ENSINO DA FOTOGRAMETRIA DIGITAL

Conteúdo do artigo principal

Juliana Tramontina
Camila Cavalheiro Costa
Aruna Noal Correa
Antoninho João Pegoraro

Resumo

Os avanços tecnológicos e cientíï¬cos da fotogrametria digital e o elevado número de dados extraídos por meio desta área de conhecimento, têm impulsionado o desenvolvimento de equipamentos e softwares de processamento. Justiï¬cando-se a necessidade da inclusão de plataformas educacionais para o ensino da fotogrametria digital no ensino técnico, atuando como facilitador do ensino e dando acesso à equipamentos e softwares, muitas vezes restritos pelos seus altos custos. Este artigo teve como objetivo avaliar a usabilidade da Plataforma Fotogramétrica Educacional E-Foto para o ensino da fotogrametria digital no ensino técnico. Os dados foram obtidos a partir da aplicação de um questionário online em uma turma de 14 alunos do curso Técnico em Geoprocessamento, a partir do qual realizou-se uma análise qualitativa e quantitativa. Para a análise quantitativa utilizou-se o método SUS - System Usability Scale, que possibilitou avaliar, através de uma métrica, que a Plataforma Fotogramétrica Educacional E-Foto atende as exigências de usabilidade de um software com este propósito. Além disso, veriï¬cou-se que o E-Foto atinge aos objetivos propostos de ensino, possui tutoriais de apoio que auxiliam a este propósito e que, desta forma, pode ser utilizado, como recurso metodológico adicional no ensino da disciplina de Fotogrametria Digital. Sobretudo, a análise qualitativa permitiu identiï¬car oportunidades de melhorias do sistema, as quais contribuirão para sua melhor usabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
TRAMONTINA, J.; COSTA, C. C.; CORREA, A. N.; PEGORARO, A. J. ANÁLISE DE USABILIDADE DA PLATAFORMA FOTOGRAMÉTRICA EDUCACIONAL E-FOTO PARA O ENSINO DA FOTOGRAMETRIA DIGITAL. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 69, n. 6, 2017. DOI: 10.14393/rbcv69n6-44308. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44308. Acesso em: 7 dez. 2022.
Seção
Artigos