OPTIMIZATION, DYNAMIZATION AND VISUALIZATION IN THE USE OF LIDAR DATA IN PAMPULHA, BELO HORIZONTE: FROM DESKTOP TO SPATIAL DATABASE

Conteúdo do artigo principal

Christian Rezende Freitas
Ana Clara Mourão Moura

Resumo

The users of geoinformation have been given the opportunity to work with impressive amount of data with some good quality, but it demands knowledge to handle complex and robust collection of information. At the same time the demand for quick answers and analysis requires dynamic cartography capable of execute processes with agility for immediate update of outputs. Together with the improvement of the data quality and the need of fast information production the legal issues is also developed, progressing from the frst steps of the Spatial Data Infrastructure to a services access, via internet, which change data into information, favoring the knowledge production. It is for this scenario that the paper presents as objective to propose a methodology based on database and not only on Geographic Information Systems. It represents contribution as critical reflections and introduction of a methodology for handling high resolution information extracted from orthophotos and altimetry from LiDAR data. It presents the case study of the modeling to assess vegetation and buildings´ volumes in Pampulha region, in the city of Belo Horizonte, Minas Gerais State. The focus is to demonstrate to users of desktop applications based on GIS software, that nowadays are the majority among users of geoinformation technologies, that it is possible to change to the construction of spatial analyzes using the logic of database, in applications of free access, and with signifcant gains in the handling of large amounts of data and the need to apply routines. In this sense, it is an interface between the era of desktop information technology represented by large commercial software and the era of ETL and database logics. The use of spatial geodatabase logics and ETL tools (extract, transform and load) are proposed and tested to improve the performance in terms of time, technical team demand and information security. It numerically proves the performance improvement and contextualizes the process regarding the state-of-art of geoinformation technologies.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
FREITAS, C. R.; MOURA, A. C. M. OPTIMIZATION, DYNAMIZATION AND VISUALIZATION IN THE USE OF LIDAR DATA IN PAMPULHA, BELO HORIZONTE: FROM DESKTOP TO SPATIAL DATABASE. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 69, n. 8, 2018. DOI: 10.14393/rbcv69n8-43970. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43970. Acesso em: 10 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Christian Rezende Freitas, Universidade Federal de Minas Gerais Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo Laboratório de Geoprocessamento

Graduado em Geografia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2001), Especialista em Geoprocessamento pelo Instituto de Geociências da UFMG (2003) e Mestre em Geografia pelo Instituto de Geociências - UFMG (2006). Foi professor do Curso de Geografia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Foi professor da UNI-BH e da UNIPAC. Foi professor substituto no Departamento de Cartografia do IGC/UFMG. Atualmente é Especialista Sênior VII da Coffey Consultoria e Serviços. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase Sistemas de Informação e Banco de dados Geográficos e IDE (Infraestrutura de Dados Espaciais).

Ana Clara Mourão Moura, Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Arquitetura.

Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (1988), Especialização em Planejamento Territorial e Urbano pela PUC-MG e Universidade de Bologna (1990), Mestrado em Geografia (Organização Humana do Espaço) pela Universidade Federal de Minas Gerais (1993) e Doutorado em Geografia (Geoprocessamento) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002). Atualmente é Professor Associado da Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Urbanismo, e coordena o Laboratório de Geoprocessamento da Escola de Arquitetura. Tem experiência na área de Urbanismo e Geociências, com ênfase em Análise Espacial, Sistemas de Informações Geográficos, Representação Cartográfica, Diagnóstico Ambiental Urbano, Gestão Espacial de Patrimônio Histórico e Paisagístico. Atua principalmente nos seguintes temas: geoprocessamento, cartografia, paisagem, patrimônio cultural, análise ambiental e análise urbana. Coordenadora do grupo de pesquisa CNPq: "Geoprocessamento na Gestão da Paisagem Urbana e Ambiental".

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>