Atributo em Libras

Processos morfossintáticos na realização do adjetivo na fala do aluno surdo do Ensino Superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v37n2-2021-22

Palavras-chave:

Libras, Atributo, Vernáculo

Resumo

Este estudo tem por objetivo descrever e analisar os processos de realização dos atributos e possível variação na fala de três surdas ingressadas no Ensino Superior. Os dados foram coletados a partir de registros de narrativas de experiência pessoal das participantes usuárias da Libras matriculadas na instituição. Os resultados mostraram que se usam intensificadores de substantivos e até de verbos para atribuir característica ou qualidade ao sujeito, como, por exemplo, na frase: ‘

Eu muito susto’

, indicando que a participante ficou assustada. Concluímos que houve baixo índice de realização de adjetivos na fala das participantes; no entanto, os atributos na Libras se apresentam de modo diferenciado em termos de realização na frase, já que se mostram mais contextuais e menos marcados. Não houve variação significativa quanto ao uso desses atributos na fala das participantes da pesquisa, e os raros indícios de usos diferentes na realização dos adjetivos não foram suficientes para denotarem processo de variação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliamar Godoi, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Estudos Linguísticos. Profa. Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos - PPGEL e Profa. Adjunta do Instituto de Letras e Linguistica da Universidade Federal de Uberlândia - ILEEL/UFU no Curso de Letras: Língua Portuguesa com Domínio de Libras - LPDL. Líder do Grupo de Pesquisas em Estudos da Linguagem, Libras, Educação Especial e a Distância e Tecnologias - GPELET. Atuação e pesquisas nas áreas de Libras, Língua Portuguesa para surdos e ouvintes e respectivas Línguísticas.

Referências

AZEREDO, J.C., Gramática Houaiss da Língua Portuguesa. São Paulo: Publifolha, 2008.

BECHARA, E. Moderna gramática portuguesa. Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2001.

CHOI, D. et al. Libras: conhecimento além dos sinais. São Paulo: Person, 2011.

CHOMSKY, N. Estruturas sintáticas. Tradução e comentários de Gabriel de Ávila Othero e Sérgio de Moura Menuzzi. Petrópolis: Vozes, 2015.

FELIPE, T. A. Libras em contexto: curso básico. Livro do estudante. Rio de Janeiro: Walprint-Gráfica e Editora, 2009.

FERREIRA, L. Por uma gramática da Língua de Sinais. Rio de Janeiro: Tempo brasileiro, 2010.

LABOV, William. Padrões sociolinguísticos. Trad.: Marcos Bagno; Marta Scherre e Caroline Cardoso. São Paulo: Parábola, 2008.

LYONS, J. Linguagem e linguística: uma introdução. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos, 1981.

TARALLO, F. L. A pesquisa sociolinguística. São Paulo: Ática, 1985.

Downloads

Publicado

2021-12-31

Como Citar

GODOI, E. Atributo em Libras: Processos morfossintáticos na realização do adjetivo na fala do aluno surdo do Ensino Superior . Letras & Letras, [S. l.], v. 37, n. 2, p. 446–460, 2021. DOI: 10.14393/LL63-v37n2-2021-22. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/57607. Acesso em: 28 maio. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)