Linguística Aplicada & Lexicografia Pedagógica

intersecções possíveis por meio da Linguística de Corpus

Autores

  • Daniela Faria Grama Instituição: Universidade Federal de Uberlândia
  • Neubiana Silva Veloso Beilke Instituição: Universidade Federal de Uberlândia.

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL36-v12n4a2018-6

Palavras-chave:

Linguística Aplicada, Lexicografia Pedagógica, Linguística de Corpus.

Resumo

Este artigo tem por objetivo estabelecer elos entre a Linguística Aplicada e a Lexicografia Pedagógica por meio da metodologia/abordagem da Linguística de Corpus. Para isso, lançamos três questões: quais características são atribuídas ao termo “dicionário(s) pedagógico(s)” quando usamos a metodologia/abordagem da Linguística de Corpus? Tais características estão em consonância com a proposta lexicográfica dos dicionários escolares Houaiss Conciso e Novíssimo Aulete? Como podemos relacionar tais resultados com o papel da Linguística Aplicada? A fundamentação teórica é constituída de conceitos e princípios, em especial, da Linguística Aplicada e da Lexicografia Pedagógica. Incorporamos à discussão teórica a elaboração de uma definição de Linguística Aplicada com a metodologia/abordagem da Linguística de Corpus. A metodologia descreve a elaboração e a análise de um corpus de Lexicografia Pedagógica, por meio do programa WordSmith Tools, versão 6, para respondermos às três questões. Na seção de análises e resultados, as características relativas ao termo “dicionário(s) pedagógico(s)” são identificadas e tornam-se base para análise do Novíssimo Aulete e do Houaiss Conciso. Percebemos que tais obras possuem poucas das características elencadas como próprias de um dicionário pedagógico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AULETE, F. J. C.; GEIGER, P. (org.). Novíssimo Aulete dicionário contemporâneo da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Lexikon, 2011.

BIDERMANN, M. T. C. Análise de dois dicionários gerais do português brasileiro contemporâneo: o Aurélio e o Houaiss. Filologia e Linguística Portuguesa, n. 5. São Paulo: USP, p. 85-116, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Programa Nacional do Livro Didático – Dicionários. Com direito à palavra: dicionários em sala de aula. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2012.

BRITO, C. C. de P. LA: Panorama Histórico. In: Bases Teóricas em Linguística Aplicada (Disciplina). PPGEL/UFU, Uberlândia, 2017, Slides. (Material utilizado em aula).

CAVALCANTI, M. C. A propósito de Linguística Aplicada. Trabalhos em Linguística Aplicada, vol. 07, 1986. p. 05-12.

DURAN, M. S.; XATARA, C. M. Lexicografia Pedagógica: Atores e Interfaces. Delta. v. 23. n. 2. São Paulo: PUC, p. 203-222, 2007. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/delta/article/view/30294/20948. Acesso em: 13 dez. 2017.

FROMM, G. Votec: a construção de vocabulários eletrônicos para aprendizes de tradução. 2007. 210 f. Tese (Doutorado em Letras) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

FROMM. Votec - Vocabulário Técnico Online. Ambiente Virtual Terminográfico Online, 2007. Disponível em: http://pos.votec.ileel.ufu.br. Acesso em: 04 dez. 2017.

FROMM. Árvore do Campo da Linguística, 2015.

FROMM, G.; YAMAMOTO, M. I. Terminologia, Terminografia, Tradução e Linguística de Corpus: a criação de um vocabulário bilíngue sobre Linguística. In: TAGNIN, S.; BEVILACQUA, C. Corpora na Terminologia. São Paulo: Hub Editorial, 2013.

GRAMA, D. F. Uma análise lexicográfica dos elementos coesivos sequenciais do português para a elaboração de uma proposta de definição: um estudo com base em corpus. 2016. 371 f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Instituto de Letras e Linguística, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016.

HOUAISS, A. (Org.); VILLAR, M. S. (Ed.). Dicionário Houaiss conciso. São Paulo: Moderna, 2011.

KRIEGER, M. G. Políticas públicas e dicionários para escola: o programa nacional do livro didático e seu impacto sobre a lexicografia didática. Cadernos de Tradução, Florianópolis, Brasil. v.2, n.18, 2006, p. 235-252. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/view/6950/6458. Acesso em: 6 abr. 2015.

KRIEGER, M. G. Questões de lexicografia pedagógica. In: XATARA, Claudia; BELIVACQUA, Cleci Regina; HUMBLÉ, Philippe René Marie (org.). Dicionários na teoria e na prática: como e para quem são feitos. São Paulo: Parábola Editorial, 2011. p. 103-113. (Série: Estratégias de Ensino; 24)

KRIEGER, M. G. Dicionários escolares e ensino de língua materna. Estudos Linguísticos. v. 41. n. 1. São Paulo: USP, p. 169-180, jan-abr 2012. Disponível em: http://www.gel.org.br/estudoslinguisticos/volumes/41/el.2012_v1_t13_1.pdf. Acesso em: 13 dez. 2017.

LEFFA, V. J. A linguística aplicada e seu compromisso com a sociedade. Trabalho apresentado no VI Congresso Brasileiro de Linguística Aplicada. Belo Horizonte: UFMG, 7-11 de outubro de 2001.

MOITA LOPES, L. P. Afinal, o que é Linguística Aplicada? In: MOITA LOPES, L. P. Oficina de Linguística Aplicada: A Natureza Social e Educacional dos Processos de Ensino/Aprendizagem de Línguas. Campinas: Mercado de Letras, 1996. p. 17-25.

ROJO, R. H. R. Fazer linguística aplicada em perspectiva sócio-histórica: privação sofrida e leveza de pensamento. In: MOITA LOPES, L. P. (Org.). Por uma linguística aplicada INdisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006. p. 253-276.

SCOTT, M. WordSmith Tools version 6. Liverpool: Lexical Analysis Software, 2012.

KILGARRIFF, A.; RYCHLY, P.; SMRZ, P.; TUGWELL, D. Sketch Engine (2004), Ambiente Virtual Online. Lexical Computing CZ, 2017. Disponível em: https://www.sketchengine.co.uk. Acesso em: 03 dez. 2017.

WELKER, H. A. Dicionários: uma pequena introdução à lexicografia. Brasília, Thesaurus Editora, 2004.

WELKER, H. A. Panorama Geral da Lexicografia Pedagógica. Brasília: Thesaurus, 2008. 522 p.

WELKER, H. A. Questões de lexicografia pedagógica. In: XATARA, C.; BELIVACQUA, C. R.; HUMBLÉ, P. R. M. (org.). Dicionários na teoria e na prática: como e para quem são feitos. São Paulo: Parábola Editorial, 2011, p. 103-113. (Série: Estratégias de Ensino; 24).

Downloads

Publicado

19.01.2019

Como Citar

GRAMA, D. F.; BEILKE, N. S. V. Linguística Aplicada & Lexicografia Pedagógica: intersecções possíveis por meio da Linguística de Corpus. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 12, n. 4, p. 2035–2065, 2019. DOI: 10.14393/DL36-v12n4a2018-6. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/41561. Acesso em: 5 dez. 2022.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.