A introdução do relatório de estágio supervisionado

uma análise retórica

Autores

  • Valdete Andrade Universidade Federal de Uberlândia (UFU)
  • Elisete Mesquita Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL21-v10n1a2016-4

Palavras-chave:

Organização retórica, Modelo CARS, Relatório de estágio supervisionado

Resumo

Considerando a diversidade de possibilidades de análise de gêneros, neste estudo optamos pela abordagem sociorretórica, que se caracteriza, em linhas gerais, por se interessar pela natureza social do discurso. Dentre os teóricos que se inserem nessa linha, selecionamos os estudos de Swales (1990), uma vez que o trabalho desse pesquisador se volta para análises de gêneros em contextos profissionais e acadêmicos. O interesse de Swales, no que se refere ao contexto acadêmico, é fazer com que os alunos desenvolvam o conhecimento de gêneros e aprendam a produzir textos, que apresentem, de forma bem-sucedida, as características do gênero. Nessa perspectiva, este artigo tem como objetivo identificar qualitativamente a organização retórica da introdução do gênero relatório de estágio supervisionado, produzido por alunos dos cursos de Letras e de Agronomia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). O aparato teórico-metodológico adotado tem como base as contribuições de Swales (1990) no que se refere à análise, ao ensino de gênero e à aplicação do modelo CARS (Create a Research Space). Concluímos que apesar de haver uma flexibilidade nas informações retóricas na introdução dos relatórios de estágios supervisionados nos dois cursos pesquisados, o que demonstra estilos particulares utilizados pelos autores, existe uma padronização dessas informações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARANHA, S. A argumentação nas introduções de trabalhos científicos da área de Química. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada ao Ensino de Línguas). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1996.

________. Contribuições Linguísticas para a argumentação da introdução acadêmica. Tese. (Doutorado em Letras Linguística e Língua Portuguesa). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Araraquara, 2004.

ARAÚJO, A. D. O gênero resenha acadêmica: organização retórica e sinalização lexical. In: BIASI-RODRIGUES, B.; ARAÚJO, J. C.; SOUSA, S. C. T. de. (Org.) Gêneros textuais e comunidades discursivas: um diálogo com John Swales. Belo Horizonte: Autêntica, 2009. p. 77- 93.

BIASI-RODRIGUES, B. O gênero resumo: uma prática discursiva da comunidade acadêmica. In: BIASI-RODRIGUES, B.; ARAÚJO, J. C.; SOUSA, S. C. T. de. (Org.) Gêneros textuais e comunidades discursivas: um diálogo com John Swales. Belo Horizonte: Autêntica, 2009. p. 49-75.

BIASI-RODRIGUES, B. Estratégias de condução de informações em resumos de dissertações. Tese (Doutorado em Linguística). Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1998.

BEZERRA, B. G. A distribuição das informações em resenha acadêmicas. Mestrado em Linguística - UFCE, Fortaleza, 2001.

KOCH, I. G. V. A coesão textual. São Paulo: Contexto, 2012.

MEURER, J. L.; BONINI, A.; MOTTA-ROTH, D. (Org.) Gêneros: teorias, métodos, debates. São Paulo: Parábola Editorial, 2005.

MOTTA-ROTH, D. Rethorical feature and disciplinary cultures: a genre-based study of academic book reviews in linguistics, chemistry and economics. Tese (Doutorado em Letras). Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1995.

MOTTA-ROTH, D.; HENDGES, G. R. Uma análise de gênero de resumos acadêmicos (abstracts) em Economia, Linguística e Química. Revista do Centro de Artes e Letras, 18(1-2): 53-90, 1996.

MOTTA-ROTH, D.; HENDGES, G. R. Uma análise transdisciplinar do gênero abstract. Disponível em: http://coral.ufsm.br/labler/publi/anlise.htm Acesso em: 28 jan. 2015.

PIMENTA, V. R. Textos forenses: um estudo de seus gêneros textuais e sua relevância para o gênero "sentença". Dissertação (Mestrado em Linguística) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2007.

SANTOS, M. B. dos. Academic Abstracts: a Genre Analysis. Dissertação (Mestrado em inglês). Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1995.

SWALES, J. Genre Analysis: English in academic and research settings. 12 ed. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

Downloads

Publicado

30.03.2016

Como Citar

ANDRADE, V.; MESQUITA, E. A introdução do relatório de estágio supervisionado: uma análise retórica. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 10, n. 1, p. 68–88, 2016. DOI: 10.14393/DL21-v10n1a2016-4. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/32249. Acesso em: 8 dez. 2022.