Do nativo ao pomerano: as línguas, os dialetos e falares vivos de um Brasil pouco conhecido

Autores

  • Neubiana Silva Veloso Beilke Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL13-v7n1a2013-14

Palavras-chave:

dialetos, plurilinguismo, variedades linguísticas, línguas de imigração, pomerano (Pommersch)

Resumo

No Brasil existe atualmente uma grande variedade de línguas faladas. Algumas não possuem formas escritas, outras vêm sendo catalogadas e fomentadas por iniciativas isoladas, porém muitas estão se perdendo pelo falecimento dos falantes e falta de interesse das novas gerações em praticar e preservar. Diante da quantidade de línguas presentes no nosso território, é possível afirmar que este ainda é um grande campo a ser desbravado. Alguns dialetos caem no esquecimento sem vir ao conhecimento do grande público, por haver carência de mais pesquisas nessas áreas e por desinformação sobre a diversidade cultural e linguística do país. É preciso criar condições para que dessa multiplicidade de línguas não restem apenas vestígios e, combater o perigo do desaparecimento completo de algumas variantes dialetais. Devemos motivar uma consciência coletiva a fim de registrar essa pluralidade linguística tão rica no nosso país. Este artigo visa discutir objetivamente a existência dessa diversidade de falares e revelar a necessidade de seu estudo e suas formas de transmissão, mostrando brevemente o que já tem sido feito (iniciativas de co-oficializações, atlas linguísticos, mapeamentos e inventários) e que ainda há muito a fazer para catalogar, analisar, preservar. E assim dar visibilidade a essa riqueza da nossa "plurilinguística brasilidade".

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neubiana Silva Veloso Beilke, Universidade Federal de Uberlândia

Atua no momento com política ambiental e pesquisa a língua pomerana no Brasil e na Alemanha. Bacharel e licenciada em História/UFU. Possui trabalho de conclusão de curso defendido (em janeiro de 2008) com o tema:

Downloads

Publicado

30-06-2013

Como Citar

BEILKE, N. S. V. Do nativo ao pomerano: as línguas, os dialetos e falares vivos de um Brasil pouco conhecido. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 263–283, 2013. DOI: 10.14393/DL13-v7n1a2013-14. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/21774. Acesso em: 6 jul. 2022.