O caráter multifuncional dos marcadores de opinião "Eu acho que" e "I think" na fala dos presidentes Lula e Obama

Autores

  • Vanessa Hagemeyer Burgo UFMS
  • Letícia Jovelina Storto UENP-CCP/ UEL
  • Paulo de Tarso Galembeck UEL

Palavras-chave:

Texto Falado, Interação Verbal, Marcadores de Opinião.

Resumo

Os marcadores conversacionais, elementos independentes sintaticamente do verbo, são formados por um ou mais itens ou expressões lexicais. Eles contribuem para o monitoramento da conversação e para a organização do texto falado. Além disso, apresentam caráter multifuncional, porque podem operar como organizadores e/ou articuladores textuais, indicadores de força ilocutória do discurso, planejadores verbais, atenuadores, dentre outras funções. Embora possam ser considerados semanticamente vazios, são muito relevantes na manutenção da interação verbal. Por isso, este trabalho tem o objetivo de analisar o emprego multifuncional dos marcadores conversacionais "eu acho que" e "I think" em entrevistas concedidas pelo ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva e pelo atual presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Como o objeto de análise realizou-se em situação real de interlocução, a metodologia empregada foi a hipotético-indutiva (GALEMBECK, 1999). As análises demonstraram que ambos os políticos empregam esses marcadores ("I think" para Barack Obama e "eu acho que" para Luiz Inácio Lula da Silva) de modo recorrente, com objetivos variados: atenuar o discurso, planejar a sua fala, manifestar opinião, entre outras. Enfim, os marcadores conversacionais são de extrema importância para desenvolvimento coerente do texto falado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Hagemeyer Burgo, UFMS

Professora da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), campus de Três Lagoas. Doutora em Estudos da Linguagem pela Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Letícia Jovelina Storto, UENP-CCP/ UEL

Professora da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), campus de Cornélio Procópio. Doutoranda em Estudos da Linguagem pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), término em 2014.

Paulo de Tarso Galembeck, UEL

Professora da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Doutor em Língua Portuguesa e Filologia pela Universidade de São Paulo (USP).

Downloads

Publicado

20.12.2013

Como Citar

BURGO, V. H.; STORTO, L. J.; GALEMBECK, P. de T. O caráter multifuncional dos marcadores de opinião "Eu acho que" e "I think" na fala dos presidentes Lula e Obama. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 7, n. 2, p. 289–312, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/23492. Acesso em: 27 nov. 2022.