Linguística aplicada: crenças e o desafio de formar professores de línguas

Autores

  • Cristiane Manzan Perine UFU

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL12-v6n1a2012-19

Palavras-chave:

Linguística aplicada, Crenças, Formação de professores

Resumo

Este artigo consolida uma investigação voltada à Linguística Aplicada que pretende exaltar a relevância dos estudos sobre crenças no ensino e aprendizagem de línguas, sublimando como tais estudos podem trazer significativas contribuições à formação de professores de línguas. A partir da pesquisa bibliográfica, apresentamos um panorama da amplitude da Linguística Aplicada na contemporaneidade e o reconhecimento de múltiplas questões entrelaçadas em seu campo de pesquisa, o qual assumimos como interdisciplinar. Em seguida, recorremos à literatura na área para expor o conceito de crenças, trazendo definições que auxiliam o leitor em sua caracterização e entendimento. Buscando diálogos entre a formação de professores e os estudos sobre crenças, discorremos sobre as dimensões do que significa o desafio de formar professores de línguas, colocando em foco a formação de um profissional crítico e reflexivo. Discutida a relevância em se pesquisar crenças, posto que as crenças de professores se refletem na prática docente, propomos, então, que o tema seja um tópico de discussão nos cursos de formação de professores. À luz destas observações, o presente estudo procurou sugerir que recorrer ao estudo de crenças pode ampliar a compreensão sobre o complexo processo de formar professores, incentivando, assim, novas pesquisas nessa área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Manzan Perine, UFU

Letras e Linguística

Downloads

Publicado

02-07-2012

Como Citar

PERINE, C. M. Linguística aplicada: crenças e o desafio de formar professores de línguas. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 364–392, 2012. DOI: 10.14393/DL12-v6n1a2012-19. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/14786. Acesso em: 29 maio. 2022.