O processo de significação em Ferreira Gullar e em Clarice Lispector

um jogo de probabilidades, de necessidade e acasos

Autores

  • Vânia Lúcia Menezes Torga UESC
  • Valdicléa Souza UESC

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL8-v4n2a2010-7

Palavras-chave:

linguagem, leitura, escrita, metáfora, metonímia

Resumo

No presente trabalho, objetivamos apresentar algumas reflexões acerca de um dos maiores problemas que perpassa o projeto epistemológico ocidental de língua(gem) e, por conseguinte, das práticas de ler e de escrever na contemporaneidade: o problema da significação. Para substancializar a discussão, analisamos o discurso literário presente na crônica Notícia de um assalto inusitado, de Ferreira Gullar e no romance Água Viva, de Clarice Lispector, por compreendermos que o discurso literário, presente nesses textos, traz, em seu arcabouço, inquietações importantes que implicam numa reformulação de toda metafísica ocidental, implicações estas que revelam modos singulares de representação dos/nos espaços sociais contemporâneos. Partindo desse lugar, trouxemos para o debate os posicionamentos teóricos de Barthes (2007), de Derrida (2001) e de Torga (2001) que juntos formam uma base de sustentação para discussão do projeto de leitura e escrita que vem se constituindo a partir de um jogo de possibilidades, na medida em que tenta apreender e ao mesmo tempo projetar/refratar realidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vânia Lúcia Menezes Torga, UESC

Professora Doutora do Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagens e Representações da Uesc-Ba e pesquisadora do CNPq. 

Valdicléa Souza, UESC

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras: Linguagens e Representações da Uesc-Ba e bolsista da CAPES.

Downloads

Publicado

04.02.2011

Como Citar

TORGA, V. L. M.; SOUZA, V. O processo de significação em Ferreira Gullar e em Clarice Lispector: um jogo de probabilidades, de necessidade e acasos. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 4, n. 2, p. 96–106, 2011. DOI: 10.14393/DL8-v4n2a2010-7. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/11540. Acesso em: 4 dez. 2022.