Caminhos da Toponímia no Brasil e as contribuições de Maria Vicentina de Paula do Amaral Dick

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex11-v6n1a2020-1

Palavras-chave:

Léxico, Onomástica, Toponímia, Interdisciplinaridade, Maria Vicentina de Paula do Amaral Dick

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alexandre Melo de Sousa, Universidade Federal do Acre

Professor Associado da Universidade Federal do Acre, nas áreas da Linguística Geral, Linguística Aplicada à Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa. Mestre e Doutor em Linguística pela Universidade Federal do Ceará.

Ana Paula Tribesse Patrício Dargel, Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul

Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professora de Linguística e Língua Portuguesa, em nível de Graduação e Pós-graduação, na Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul.

Referências

ANDRADE, K. dos S.; PEREIRA, C. M. R. B.; RIBEIRO, E. Atlas Toponímico do Tocantins – ATT: prática interdisciplinar para o estudo dos lugares a partir de software. In: ISQUERDO, A. N.; DAL CORNO, G. O. M. (org). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2014, 129-148.

ANDRADE, K. dos S.; NASCIMENTO, R. V.; BASTIANI, C.; NUNES, V. R. Toponymical software for educational purposes. Revista Philologus, v. 25, p. 387-398, 2019. Disponível em: http://filologia.org.br/rph/ANO25/74/26.pdf. Acesso em: 19 abril 2021.

CARDOSO, A. L. Toponímia brasílica. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1961.

DARGEL, A. P. T. P. Entre Buritis e Veredas: o desvendar da toponímia do Bolsão Sul-mato-grossense. 2003. 264 f. Dissertação (Mestrado em Letras) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Três Lagoas/MS, 2003.

DARGEL, A. P. T. P.; ISQUERDO, A. N. Projeto ATEMS: parâmetros metodológicos. In: ISQUERDO, A. N. (org.). Toponímia: tendências toponímicas no estado de Mato Grosso do Sul. Série Toponímia, v. 2. Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2020, p. 20-65.

DICK, M. V. de P. do A. A motivação toponímica e a realidade brasileira. São Paulo: Arquivo do Estado, 1990.

DICK, M. V. de P. do A. Toponímia e antroponímia do Brasil: coletânea de estudos. 3. ed. São Paulo: Serviço de Artes Gráficas da FFLCH/USP, 1992.

DICK, M. V. de P. do A. Atlas toponímico: um estudo de caso. Acta Semiotica et Lingvistica. SBPL. São Paulo: Plêiade, v. 6, p. 27-44, 1996.

DICK, M. V. de P. do A. Atlas toponímico: um estudo dialetológico. Revista Philologus. Rio de Janeiro, v. 10, p. 61-69, 1998.

DICK, M. V. de P. do A. A dinâmica dos nomes na Cidade de São Paulo 1554-1897. São Paulo: ANNABLUME, 1999.

DICK, M. V. de P. do A. O nome próprio: significado e referência. Estudos Lingüísticos XXIX. Assis: UNESP, p. 246-250, 2000.

DICK, M. V. de P. do A. O sistema onomástico: bases lexicais e terminológicas, produção e freqüência. In: OLIVEIRA, A. M. P. P. de; ISQUERDO, A. N. (org.) As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2001. p. 79-90.

DICK, M. V. de P. do A. Aspectos de etnolingüística – a toponímia carioca e paulistana – contrastes e confrontos. Revista USP, São Paulo, n. 56, p. 180-191, 2002. DOI https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i56p180-191

DICK, M. V. de P. do A. Rede de conhecimento e campo lexical: hidrônimos e hidrotopônimos na onomástica brasileira. In: ISQUERDO, A. N.; KRIEGER, M. da G. (org.). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2004, 121-131.

DICK, M. V. de P. do A. Fundamentos Teóricos da Toponímia. Estudo de caso: o Projeto ATEMIG – Atlas Toponímico do estado de Minas Gerais (variante regional do Atlas Toponímico do Brasil). In: SEABRA, M. C. T. C. (org.) O léxico em estudo. Belo Horizonte: Faculdade de Letras/UFMG, 2006. p. 91-117.

DICK, M. V. de P. do A. Etnia e etnicidade. Um novo modo de nomear. Projeto ATESP/ATB. In: ISQUERDO, A. N.; FINATTO, M. J. B. (org.). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2010, 177-197.

DRUMOND, C. Contribuições do bororo à toponímia brasílica. São Paulo: USP/IEB, 1965.

FERREIRA, D. B. dos S. Estudo toponímico do centro comercial de Feira de Santana-BA: línguas orais e Libras. 186f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2019.

ISQUERDO, A. N. La recherche toponymique au Brésil: une perspective historiographique. In: POUPER, A. La B.; XATARA, C. Cahiers de lexicologie: dynamique de la recherche em lexicologie, lexicographie et terminologie au Brésil. Paris: Classiques Garnier, 2012. p. 15-35.

ISQUERDO, A. N.; DARGEL, A. P. T. P. A toponímia urbana: um estudo de caso. In: ISQUERDO, A. N.; ABBADE, C. M. de S. (orgs) As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. Vol. IX, Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2020. p. 82-103.

ISQUERDO, A. N.; DARGEL, A. P. T. P. A macrotoponímia dos municípios sul-mato-grossenses: mecanismos de classificação semântica. In: ISQUERDO, A. N. (org.). Toponímia: tendências toponímicas no estado de Mato Grosso do Sul. Série Toponímia, v. 2. Campo Grande, MS: Editora UFMS, 2020. p. 228-272.

JESUS, C. M. A. de. Estudo toponímico dos bairros de Feira de Santana-BA: línguas orais e Libras. 169f. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Universidade Estadual de Feira de Santana, Feira de Santana, 2019.

MELLO, O. Topônimos amazonenses – nomes das cidades amazonenses, sua origem e significado. Manaus: Edições Governo do Estado do Amazonas, 1967.

NUNES, V. R.; ANDRADE, K. dos S. Toponímia na perspectiva da teoria da interdisciplinaridade: breves considerações no contexto do ensino. Cadernos do CNLF, Vol. XIX. Rio de Janeiro: CIFEFIL, 2015.

NUNES, V. R. Toponímia e ensino: estudo dos logradouros de origem indígena no livro didático de Geografia. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação: ensino de língua e literatura-PPGL, Universidade Federal de Tocantins, campus de Araguaina, 2015. 114p.

OLIVEIRA, A. L. de. Toponímia carioca. Rio de Janeiro [Distrito Federal]: Secretaria de Educação e Cultura, 1957.

REIS, A. I. A.; ANDRADE, K. dos S. Propostas de oficinas pedagógicas para o ensino médio: os topônimos inseridos na prática escolar. In: SOUSA, A. M. de; GARCIA, R.; Santos, T. C. dos (org.). Perspectivas para o ensino de línguas 3. 1ed. São Carlos - São Paulo: Pedro & João Editores, 2019. p. 75-84. 2.

SAMPAIO, T. O tupi na geografia nacional. Salvador: Câmara Municipal, 1901.

SANTOS, M. M. dos. Toponímia e interdisciplinaridade: uma proposta para o estudo do léxico para turmas do 6º ano do ensino fundamental (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação – Mestrado Profissional em Letras - Prof. Letras – da Universidade Federal do Acre, Rio Branco, 2019, 101p.

SEABRA, M. C. T. C.; ISQUERDO, A. N. Onomastics in Different Perspectives: Research Results. Revista de Estudos da Linguagem, Belo Horizonte. v. 26, n. 3, p. 993-1000, 2018.

SILVIA, S. C. B. da. Toponímia e ensino: um estudo dos logradouros de Mundo Novo, MS. (Dissertação de Mestrado). Mestrado Profissional em Letras- Prof. Letras da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2013,150p.

SOUSA, A. M. de. Toponímia e ensino: propostas para a aplicação no nível básico. Anais da II Jornada Nacional de Linguística e Filologia da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: CIFEFiL, 2007. Disponível em: http://www.filologia.org.br/iijnlflp/textos/Topon%C3%ADmia_e_ensino_propostas_ALEXANDRE.pdf Acesso em: 20 abril 2021.

SOUSA, A. M. de. Metodologia para a pesquisa toponímica em Língua Brasileira de Sinais. In: SOUSA, A. M.; GARCIA, R.; SANTOS, T. C. (org.). Perspectivas para o ensino de línguas. v. 2. Rio Branco: NEPAN Editora, 2018. p. 08-37.

SOUSA, A. M. de. Toponímia em Libras. Relatório (Pós-Doutorado) – Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC. Florianópolis, 2019a.

SOUSA, A. M. de. Software Toponímia em Libras. Rio Branco: UFAC/UFSC, 2019b. Disponível em: www.toponimialibras.com Acesso em: 25 abril 2021. DOI https://doi.org/10.22478/ufpb.2446-7006.44v25n4.56703

SOUSA, A. M. de. Toponímia em Libras dos bairros de Rio Branco: análise da estrutura dos sinais toponímicos e dos aspectos motivacionais. In: ISQUERDO, A. N. (org.). Toponímia Urbana. Estudos. Campo Grande: Ed. UFMS, 2021. (no prelo).

SOUSA, A. M. de; GOUVEIA, A. P. T. Toponímia e memória: uma proposta de atividade para as aulas de Língua Portuguesa no Ensino Médio. Revista A Cor das Letras. Feira de Santana, v. 18, n. 3, p. 241-253, 2017. Disponível em: http://periodicos.uefs.br/index.php/acordasletras/article/view/1965/pdf Acesso em: 20 abril 2021. DOI https://doi.org/10.13102/cl.v18i3.1965

SOUSA, A. M. de; QUADROS, R. M. de. Proposta de ficha lexicográfico-toponímica digital para o estudo da toponímia em línguas de sinais. Revista Guavira Letras. V. 15, n. 30., p. 126-140, 2019. Disponível em: http://websensors.net.br/seer/index.php/guavira/article/view/854/618. Acesso em: 22 março 2020.

Downloads

Publicado

08-05-2021

Como Citar

de Sousa, A. M., & Dargel, A. P. T. P. (2021). Caminhos da Toponímia no Brasil e as contribuições de Maria Vicentina de Paula do Amaral Dick. Revista GTLex, 6(1), 6–19. https://doi.org/10.14393/Lex11-v6n1a2020-1

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)