Proposta de um Método Multicritério Para Implantação de Novas Unidades de Atenção Primária à Saúde – Estudo de Caso em São Carlos - SP

Conteúdo do artigo principal

Lucas Brandão Monteiro de Assis
https://orcid.org/0000-0002-8338-8535
Paulo César Lima Segantine
https://orcid.org/0000-0003-1012-0666

Resumo

Atenção Primária à Saúde (APS) é compreendida como o primeiro contato do usuário com o sistema de saúde brasileiro. O planejamento das unidades de APS, geralmente, é feito com base em decisões políticas, que negligenciam aspectos técnicos relacionados ao tema. O objetivo geral deste estudo é apresentar um método multicritério para auxiliar no planejamento de implantação de novas unidades de APS, por meio de critérios técnicos e bem definidos. Este estudo também se propõe a aplicar método proposto na cidade de São Carlos - SP. A principal ferramenta deste trabalho foi o Sistema de Informação Geográfica (SIG), por meio do qual avaliou-se a qualidade de seis critérios, (1) área de serviço; (2) restrições espaciais; (3) risco de eventos naturais; (4) oferta de transporte público; (5) distribuição populacional; e (6) renda média. Cada critério se baseou em uma série de indicadores com definições claras que permitiram a atribuição de valores conforme o tema do critério e culminou em um mapa temático. A combinação dos mapas temáticos de todos os critérios, por meio de uma Calculadora Raster, possibilitou a classificação geral da área de estudo, quanto a viabilidade para implantação de novas unidades de APS. O método proposto se mostrou como uma ferramenta técnica e objetiva, capaz de auxiliar no planejamento de novas unidades de APS. Isso é exemplificado no estudo de caso na cidade de São Carlos– SP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
ASSIS, L. B. M. de; SEGANTINE, P. C. L. Proposta de um Método Multicritério Para Implantação de Novas Unidades de Atenção Primária à Saúde – Estudo de Caso em São Carlos - SP. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 73, n. 4, p. 1071–1085, 2021. DOI: 10.14393/rbcv73n4-61718. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/61718. Acesso em: 8 ago. 2022.
Seção
Artigos Originais