MODELAGEM DE DADOS ESPACIAIS PARA ACESSIBILIDADE AO ESPAÇO URBANO POR PESSOA EM CADEIRA DE RODAS

Conteúdo do artigo principal

Elaine Cristina Osorio Rocha
Lucilene Antunes Correia Marques de Sá
Eduílson Lívio Neves da Costa Carneiro

Resumo

As Tecnologias da Geoinformação como, a Cartograï¬a e o Sistema de Informações Geográï¬cas têm sido utilizados para análise da acessibilidade e mobilidade em espaços urbanos. Porém, as pesquisas desenvolvidas têm sido, em sua maioria, direcionadas a transportes. Dessa forma, entende-se ser necessário estudar a acessibilidade e mobilidade urbana para pessoas com deï¬ciências analisando os diferentes componentes físicos do ambiente urbano (rampas, calçadas rebaixadas, obstáculos, entre outros) através da representação espacial. Nesse sentido, a pesquisa propõe uma Modelagem de Dados Espaciais capaz de integrar os elementos físicos para acessibilidade de pessoas em cadeiras de rodas considerando os padrões da NBR 9050/2004, que estabelece critérios e parâmetros técnicos para acessibilidade a ediï¬cações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. A pesquisa utilizou a metodologia OMT-G - Object Modeling Technique para criação do modelo. Os elementos físicos foram avaliados qualitativamente e averiguados o cumprimento da legislação e os resultados apresentados espacialmente no programa QGIS. A área de estudo foi o polo de saúde que ï¬ca localizado no bairro Centro, no município de Teresina, estado do Piauí, onde foram coletadas 349 amostras contendo rampas, calçadas rebaixadas, paradas de transportes públicos e obstáculos, interligados por 254 trechos de calçadas. Os resultados demonstram a capacidade da Modelagem de Dados Espaciais de representar os objetos físicos do espaço urbano para pessoas em cadeiras de rodas. O Postgres/PostGIS apresentou tabelas espaciais através de linguagem de programação SQL e espacialização do MDE em SIG através do programa QGIS. Através do banco de dados espaciais é possível a análise qualitativa dos elementos físicos para acessibilidade de pessoas em cadeiras de rodas na área de estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
ROCHA, E. C. O.; SÁ, L. A. C. M. de; CARNEIRO, E. L. N. da C. MODELAGEM DE DADOS ESPACIAIS PARA ACESSIBILIDADE AO ESPAÇO URBANO POR PESSOA EM CADEIRA DE RODAS. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 68, n. 10, 2016. DOI: 10.14393/rbcv68n10-44298. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44298. Acesso em: 27 nov. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Elaine Cristina Osorio Rocha, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI

Tecnóloga em Geoprocessamento - IFPI Especialista em Gerenciamento de Recursos Ambientais - IFPI Especialista em Docência Superior - CEUT Mestre em Ciências Geodésicas e Tecnologias da Geoinformação - UFPE Tecnica Administrativa em Educação - IFPI

Lucilene Antunes Correia Marques de Sá, Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Engenheira Cartógrafa formada pela Universidade Federal de Pernambuco (1987) Mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (1993) Doutorado em Transportes pela Universidade de São Paulo - Escola de Engenharia de São Carlos (2001) Pós-doutorado pela Universidade Nova de Lisboa - Instituto Superior de Estátistica e Gestão de Informação (2006). Professora na Universidade Federal de Pernambuco

Eduílson Lívio Neves da Costa Carneiro, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí - IFPI

Graduação em Tecnologia em Processamento de Dados pela Universidade Estadual do Piauí (1996) Especialização em Tecnologias da Informação pela Universidade Federal do Ceará (2000) Mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco (2003). Professor do Instituto Federal do Piauí - IFPI

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)