Avaliação das Representações Gráficas das Cartas Topográficas Brasileiras para Pessoas com Deficiência na Percepção de Cores

Conteúdo do artigo principal

Helder do Carmo Dias
https://orcid.org/0000-0003-0576-4176
Jackson Viana Amarante
https://orcid.org/0000-0002-2088-8460
Afonso de Paula dos Santos
https://orcid.org/0000-0001-7248-4524
Marconi Martins Cunha
https://orcid.org/0000-0003-0797-8530
Lígia da Silva Barbosa
https://orcid.org/0000-0003-1929-8110

Resumo

O daltonismo afeta um a cada doze homens e uma a cada duzentas mulheres no mundo. Como a cor é uma variável visual largamente utilizada na transmissão de informações nos mapas, é importante que o cartógrafo leve em consideração as limitações deste público, a fim de evitar ruídos na comunicação. A Lei n º 10.098, de 19 de dezembro de 2000 destaca a obrigatoriedade por parte do poder público em eliminar estas barreiras e buscar sempre a acessibilidade. Sendo assim, este trabalho teve como finalidade analisar a adequabilidade das cartas topográficas produzidas com simbologia conforme os padrões da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE) para usuários com deficiência na percepção de cores. A avaliação foi realizada em cartas topográficas nas escalas de 1:25.000 e 1:50.000, primeiramente com uso de simuladores de visão de cores e, posteriormente, por meio de questionário aplicado a indivíduos que possuem ou não está limitação. Os indivíduos foram classificados em grupos conforme a presença ou ausência da condição e de seu grau de familiaridade com os produtos cartográficos avaliados. As análises foram realizadas de forma comparativa entre os grupos de familiaridade equivalente e mostraram fortes indícios de que a deficiência na percepção de cores afetou negativamente a experiência dos usuários na leitura e interpretação dos produtos desenvolvidos a partir das normatizações da INDE.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
DIAS, H. do C.; AMARANTE, J. V.; SANTOS, A. de P. dos; CUNHA, M. M.; BARBOSA, L. da S. Avaliação das Representações Gráficas das Cartas Topográficas Brasileiras para Pessoas com Deficiência na Percepção de Cores. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 73, n. 4, p. 967–983, 2021. DOI: 10.14393/rbcv73n4-59603. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/59603. Acesso em: 8 ago. 2022.
Seção
Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)