Distribuição Longitudinal da Potência de Canal e da Potência de Canal Específica: Proposta Metodológica Baseada em Softwares Livres

Conteúdo do artigo principal

Tainá Medeiros Suizu
http://orcid.org/0000-0001-5019-1739
Leandro de Godoi Pinton
https://orcid.org/0000-0003-4188-3893
Ricardo Vicente Ferreira
https://orcid.org/0000-0001-9003-4834

Resumo

A capacidade de um rio realizar o seu trabalho geomórfico é determinada por meio das equações da potência de canal. Apesar da ampla influência dessas taxas de energia sobre os distintos aspectos do sistema fluvial, poucos trabalhos na literatura geomorfológica brasileira têm avaliado a sua distribuição em uma perspectiva longitudinal. Assim, o objetivo desse artigo é apresentar uma adaptação de proposta metodológica para a obtenção de gradientes espaciais da potência de canal e da potência de canal específica. Os procedimentos que envolvem a proposta foram aplicados no contexto da bacia hidrográfica do rio Aguapeí (SP), sendo fundamentados no uso de Modelos Digitais de Elevação e na extração de dados em Sistema de Informação Geográfica e a sua manipulação em ambiente de desenvolvimento integrado para computação estatística. A avaliação de ambas as potências de canal do rio Aguapeí (SP), com base na disposição longitudinal dos valores de largura, vazão de margens plenas e declividade do canal, demonstrou que essas três variáveis são proeminentes na configuração dos gradientes de energia. Ademais, verificou-se a existência de um padrão não linear da distribuição das potências de canal derivado, sobretudo, das variações litológicas que produzem declives anômalos ao longo desse rio. De modo geral, os resultados demonstraram o elevado potencial de replicabilidade da presente proposta metodológica, tendo em vista o emprego de softwares livres com código-fonte aberto e a possibilidade de utilização sem grandes restrições em relação às particularidades do sistema fluvial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SUIZU, T. M. .; PINTON, L. de G. .; FERREIRA, R. V. Distribuição Longitudinal da Potência de Canal e da Potência de Canal Específica: Proposta Metodológica Baseada em Softwares Livres. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 72, n. 4, p. 636–650, 2020. DOI: 10.14393/rbcv72n4-55271. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/55271. Acesso em: 5 dez. 2022.
Seção
Artigos Originais
Biografia do Autor

Leandro de Godoi Pinton, Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)/Prof. Dr. do Departamento de Geografia (DEGEO).

Graduação (Licenciatura - 2008; Bacharelado - 2013), Mestrado (2011) e Doutorado em Geografia (2016) pela Universidade Estadual Paulista - UNESP/Campus Rio Claro (SP).

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)