APLICAÇÃO DE GEOPROCESSAMENTO E LÓGICA FUZZY PARA CRIAÇÃO DE ZONEAMENTO NO PARQUE ESTADUAL DA CACHOEIRA DA FUMAÇA/ES PARA FINS DE CONSERVAÇÃO / Application of Geoprocessing and Fuzzy Logic for the Establishment of Zoning in Parque Estadual da Cachoeira

Conteúdo do artigo principal

Fabricia Benda de Oliveira
Carlos Henrique Rodrigues de Oliveira
Julião Soares de Souza Lima
Reinaldo Baldotto Ribeiro Filho
Maiara Rodrigues Miranda
Lomanto Zogaib Neves
Fillipe Ferraz

Resumo

O Parque Estadual Cachoeira da Fumaça (PECF) foi criado em 24 de agosto de 1984, possui área aproximada de 162,50 hectares, situando-se nos municípios de Alegre e Ibitirama/ES. O presente trabalho objetivou criar um zoneamento para o PECF, com a finalidade de oferecer aos gestores uma ferramenta que auxilie na tomada de decisões relativas à alocação de áreas propícias à conservação, através de análise multicritério e de técnicas de geoprocessamento. Os materiais utilizados foram: Ortofotos do ES, mapa de curvas de nível obtido do Geobases e para coleta de dados em campo utilizou-se GPS. Foram definidos sete fatores para produzir os mapas de adequabilidade, onde os fatores relevantes para avaliação dos aspectos conservacionistas seguiram uma ordem de prioridade estabelecida pelo método Analytic Hierarchy Process (AHP), sendo a seguinte ordem: cobertura vegetal, trilha, estruturas, cachoeira, massa de água, declividade e acesso. Após a combinação dos fatores, foi gerado o mapa de adequabilidade com fins de conservação, com superfície de adequabilidade variando de menos apta a mais apta, representando o zoneamento das áreas mais adequadas à conservação. Através da análise do mapa, podem ser definidas estratégias para projetos de conservação do parque, visando dedicar maiores esforços para áreas específicas e com maior vulnerabilidade, direcionando assim o trabalho dos gestores e poupando recursos financeiros. Observou-se que as principais áreas propensas a medidas de conservação estão próximas à cachoeira e às estruturas do parque, devido à maior pressão antrópica exercida nesses locais. Outras áreas que se destacaram, foram as áreas de pastagem, por estarem em estágio de regeneração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
DE OLIVEIRA, F. B.; RODRIGUES DE OLIVEIRA, C. H.; LIMA, J. S. de S.; FILHO, R. B. R.; MIRANDA, M. R.; NEVES, L. Z.; FERRAZ, F. APLICAÇÃO DE GEOPROCESSAMENTO E LÓGICA FUZZY PARA CRIAÇÃO DE ZONEAMENTO NO PARQUE ESTADUAL DA CACHOEIRA DA FUMAÇA/ES PARA FINS DE CONSERVAÇÃO / Application of Geoprocessing and Fuzzy Logic for the Establishment of Zoning in Parque Estadual da Cachoeira. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 66, n. 3, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44761. Acesso em: 22 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Fabricia Benda de Oliveira, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Centro de Ciências Agrárias - CCA

Carlos Henrique Rodrigues de Oliveira, Instituto Federal do Espírito Santo

Campus Ibatiba

Julião Soares de Souza Lima, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Centro de Ciências Agrárias - CCA

Reinaldo Baldotto Ribeiro Filho, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Centro de Ciências Agrárias - CCA

Maiara Rodrigues Miranda, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Centro de Ciências Agrárias - CCA

Lomanto Zogaib Neves, Universidade Federal do Espírito Santo - UFES

Centro de Ciências Agrárias - CCA

Fillipe Ferraz, Faculdades Integradas de Aracruz

Departamento de Arquitetura e Urbanismo