GEOSTREAM-API: APLICAÇÃO COLABORATIVA PARA MONITORAMENTO E CONSUMO DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA DE M͍DIA SOCIAL

Conteúdo do artigo principal

Rogério Luís Ribeiro Borba
Julia Celia Mercedes Strauch
Jano Moreira de Souza
Aluizio dos Santos de Lima Fiho

Resumo

Ao longo desta última década a informação geográï¬ca vem se tornando cada vez mais relevante na sociedade em função do reconhecimento que este tipo de informação exerce em vários cenários e áreas do conhecimento. O surgimento da Web Social, a partir de um conjunto de tecnologias, permitiu a formação em grande escala de comunidades sociais de colaboração online que geram informações geográï¬cas muitas vezes de interesse público. Esta informação incorporada a uma infraestrutura de dados espaciais ou a um ambiente de sistema de informações geográï¬cas poderá apoiar a políticas públicas e tomadas de decisão. Este trabalho ressalta o potencial da computação social para a obtenção da informação geográï¬ca apresentando a aplicação GeoStream-API, que fará parte da plataforma de infraestrutura de dados espaciais na nuvem denominada IDEH-Co4, para monitoramento, produção e consumo de geoserviços online. O principal objetivo da GeoStream-API consiste em endereçar a necessidade de colaboração entre instituições e pessoas no envolvimento de algum tipo de evento que precisa ser monitorado durante um intervalo de tempo, ou continuamente, e que possa ser consumido através de geo-serviços disponibilizados a todos via uma API baseada em Rest. A título de exemplo, a GeoStream é aplicada ao Twitter usando a hastag #tivedengueaqui e demonstrou ser um canal de comunicação que promove o compartilhamento de ativos de dados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
BORBA, R. L. R.; STRAUCH, J. C. M.; SOUZA, J. M. . de; LIMA FIHO, A. dos S. de. GEOSTREAM-API: APLICAÇÃO COLABORATIVA PARA MONITORAMENTO E CONSUMO DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA DE M͍DIA SOCIAL. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 69, n. 3, 2017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44351. Acesso em: 22 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Rogério Luís Ribeiro Borba, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Universidade Federal do Rio de Janeiro -Instituto Alberto Luís Coimbra Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia de Sistemas e Computação (COPPE/PESQ)

Possui graduação em Informática pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1996) e mestrado em Engenharia de Computação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2009). Atualmente é analista tecnologista do Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Julia Celia Mercedes Strauch, Escola Nacional de Ciências Estatísticas, FIBGE, Coordenação de Pós-Graduação em População, Território e Estatísticas Públicas Departamento de Cartografia, Faculdade de Engenharia, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Possui graduação em Engenharia Cartográfica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1986), mestrado em Ciências Geodésicas pela Universidade Federal do Paraná (1990) e doutorado em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998). Atualmente é professora adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e pesquisadora titular da Escola Nacional de Ciências Estatísticas. Tem experiência na área de Engenharia de Sistemas, com ênfase em Banco de Dados Geográficos. Tem atuado principalmente nos temas: criação de indicadores, análises espaciais, estatística espacial, e infraestrutura de dados espaciais.

Jano Moreira de Souza, Universidade Federal do Rio de Janeiro -Instituto Alberto Luís Coimbra Pós-Graduação e Pesquisa em Engenharia de Sistemas e Computação (COPPE/PESQ)

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1974), mestrado em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1978) e doutorado em Sistemas de Informação - University of East Anglia (1986). Atualmente é professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Aluizio dos Santos de Lima Fiho, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Graduando em Engenharia de Sistemas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.