MÉTODO DASIMÉTRICO INTELIGENTE: UMA APLICAÇÃO NA MESORREGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM

Conteúdo do artigo principal

Julia Celia Mercedes Strauch
Vitor Oliveira França
César Ajara

Resumo

Este trabalho investiga as técnicas dasimétricas e aplica o algoritmo do Mapeamento Dasimétrico Inteligente proposto por Mennis (2003) para desagregar a variável população total do Censo Demográfico 2010. Como área de estudo foi selecionada a Mesorregião Metropolitana de Belém e como dados auxiliares para o método foi utilizado o mapa de uso e cobertura da terra adquirido através do Projeto TerraClass, desenvolvido pelo INPE, que mapeou na escala 1:100.000 as áreas desflorestadas da Amazônia Legal. Como resultado observou-se que o mapa dasimétrico produzido pelo método inteligente, além de estar em conformidade com a escala cartográfica do dado auxiliar utilizado, oferece um detalhamento da distribuição espacial da população, principalmente, na área rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
STRAUCH, J. C. M.; FRANÇA, V. O.; AJARA, C. MÉTODO DASIMÉTRICO INTELIGENTE: UMA APLICAÇÃO NA MESORREGIÃO METROPOLITANA DE BELÉM. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 66, n. 6, 2014. DOI: 10.14393/rbcv66n6-44721. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44721. Acesso em: 7 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Julia Celia Mercedes Strauch, Escola Nacional de Ciências Estatísticas Programa de pós-graduação Stricto Sensu em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais

Graduação em Engenharia Cartográfica pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1986), mestrado em Ciências Geodésicas pela Universidade Federal do Paraná (1990) e doutorado em Engenharia de Sistemas e Computação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1998). Atualmente é professora adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e pesquisadora titular da Escola Nacional de Ciências Estatísticas. Tem experiência na área de Engenharia de Sistemas, com ênfase em Banco de Dados Geográficos. Tem atuado principalmente nos temas: criação de indicadores, análises espaciais, estatística espacial, e infraestrutura de dados espaciais

Vitor Oliveira França, Escola Nacional de Ciências Estatísticas Programa de pós-graduação Stricto Sensu em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais

Biólogo e Mestre em Estudos Populacionais e pesquisas Sociais na ENCE