As palavras-chave tiempo/tempo: um estudo empírico-descritivo em corpus literário traduzido

Autores

  • Ariel Novodvorski UFU

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL63-v32n1a2016-9

Palavras-chave:

Estudos da Tradução Baseados em Corpus, Palavras-chave, Tiempo/Tempo, Corpora Paralelos Espanhol/Português.

Resumo

Este trabalho está inserido nos Estudos da Tradução baseados em Corpus (ETBC) e, em especial, nos estudos sobre Estilo em Tradução, entendido como atributo textual, na análise de um corpus paralelo de textos literários, no par linguístico espanhol/português. O estudo aborda a identificação das palavras-chave do corpus e, particularmente, a análise dos itens tiempo/tempo. O corpus de estudo está formado por três obras do autor argentino Ernesto Sabato, traduzidas ao português brasileiro por Sérgio Molina. Os procedimentos metodológicos usam subsídios da Linguística de Corpus, especialmente a utilização de ferramentas e utilitários do programa para análise lexical WordSimth Tools, 5.0 (SCOTT, 2008). A partir das semelhanças e diferenças analisadas, foram constatadas mudanças no ponto de vista narrativo, com implicações sobre a representação mental dos leitores nos textos traduzidos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ariel Novodvorski, UFU

Doutor em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professor Adjunto no Curso de Graduação em Letras e do Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos (PPGEL) do Instituto de Letras e Linguística (ILEEL) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Lingüística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: Estudos Descritivos, Linguística de Corpus, Estudos da Tradução, Espanhol Língua Estrangeira, Análise Crítica do Discurso, Semântica e Pragmática.

Downloads

Publicado

2016-08-21

Como Citar

NOVODVORSKI, A. As palavras-chave tiempo/tempo: um estudo empírico-descritivo em corpus literário traduzido. Letras & Letras, [S. l.], v. 32, n. 1, p. 170–193, 2016. DOI: 10.14393/LL63-v32n1a2016-9. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/33051. Acesso em: 23 maio. 2022.