A permanência da tradição na contemporaneidade: notas sobre Alexei Bueno

Autores

  • Francisco Diniz Teixeira Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários - Unesp - Universidade Estadual Paulista - Campus de Araraquara
  • Brunno Vinicius Gonçalves Vieira Departamento de Linguística - Unesp - Universidade Estadual Paulista - Campus de Araraquara

DOI:

https://doi.org/10.14393/LL64-v31n1a2015-4

Palavras-chave:

ode, literatura comparada, literaturas clássicas

Resumo

O presente artigo é fruto de reflexões acerca da presença de elementos da tradição na poética de Alexei Bueno, poeta ativo desde os anos 1980. O texto apresentado se organiza em três partes: a inicial, em que se apresenta uma revisão da fortuna crítica acerca das percepções da crítica especializada sobre o resgate da tradição na poesia publicada nos últimos trinta anos; a segunda, em que se apresenta uma reflexão a respeito da fertilidade da tradição, com base na análise de uma ode de Horácio e outra de Ricardo Reis (Fernando Pessoa); a final, em que apresenta um espelhamento das reflexões apresentadas anteriormente com base na leitura analítica de uma ode de Alexei Bueno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-07-10

Como Citar

TEIXEIRA, F. D.; VIEIRA, B. V. G. A permanência da tradição na contemporaneidade: notas sobre Alexei Bueno. Letras & Letras, [S. l.], v. 31, n. 1, p. 45–66, 2015. DOI: 10.14393/LL64-v31n1a2015-4. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/28555. Acesso em: 2 dez. 2022.