Sociolinguística no Brasil

deslocamentos e fronteiras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL40-v13n4a2019-1

Palavras-chave:

Sociolinguística, mobilidade, variação Linguística, contatos linguísticos, fronteiras dialetais

Resumo

A mobilidade tem sido uma característica da população brasileira, com diferentes deslocamentos (pendulares, sazonais, movimentos de retorno, migração e imigração) atuando na dinâmica das relações sociais, e por conseguinte, repercutindo na língua.

O empreendimento da Sociolinguística no Brasil concentra suas pesquisas majoritariamente em capitais ou em grandes centros urbanos. Mas, mesmo em capitais, a metodologia de constituição de amostras, que guarda resquícios da dialetologia e do falante "puro", fica cada vez mais difícil de ser replicada: falante que tenha nascido no local, filho de pais igualmente nascidos no local.

Neste dossiê, reunimos trabalhos sociolinguísticos que ampliam o escopo da descrição de uma variável em uma comunidade para os efeitos da mobilidade, envolvendo questões relacionadas ao contato entre línguas e variedades de línguas, mas também ao contato de valores, culturas e modos de vida que podem (ou não) ser captados sob a forma de entrevistas sociolinguísticas. Os trabalhos versam sobre estudos de produção e percepção, assim como propostas de abordagem teórica e metodológica para lidar com fenômenos variáveis em situação de contatos linguísticos, mobilidade populacional e fronteiras dialetais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Meister Ko. Freitag, UFS

Professora do Departamento de Letras e do Núcleo de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal de Sergipe.

Referências

não se aplica

Downloads

Publicado

13-12-2019

Como Citar

FREITAG, R. M. K.; OUSHIRO, L. Sociolinguística no Brasil: deslocamentos e fronteiras. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 13, n. 4, p. 1324–1329, 2019. DOI: 10.14393/DL40-v13n4a2019-1. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/50514. Acesso em: 8 ago. 2022.