Material para o ensino de português para falantes de Espanhol para o contexto universitário

Autores

  • Laura Márcia Luiza Ferreira Universidade Federal da Integração Latino Americana (UNILA)

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL34-v12n2a2018-8

Palavras-chave:

Português como língua adicional, UNILA, Ensino de língua estrangeira, Ensino baseado em tarefas, Ensino de línguas próximas

Resumo

O aumento da oferta de cursos de português para falantes de Língua Espanhola, por meio da ampliação da Rede Brasileira de Ensino no Exterior pelo estado brasileiro, a criação da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) assim como a crescente procura pela certificação de proficiência atestada pelo exame Celpe-Bras por examinandos de origem dos países da América Latina, contextualizam a demanda de materiais de ensino de português voltados especificamente para o público latino-americano. No presente trabalho, apresento a fundamentação teórico-metodológica que subjaz a elaboração de cinco unidades didáticas propostas para o público de universitários falantes de espanhol como língua materna. Inicialmente, faço uma análise de estudos e propostas que trataram da especificidade do ensino de português para falantes de línguas próximas. Em seguida, discuto os princípios metodológicos, bem como as características do ensino de línguas baseado em tarefas para, ao final, descrever, exemplificar e justificar as decisões tomadas durante a elaboração das unidades didáticas. Embora o trabalho limita-se a uma discussão teórico-metodológica sobre a elaboração de um material didático específico, espera-se que o presente artigo contribua para o debate acerca do ensino de português para falantes de espanhol.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laura Márcia Luiza Ferreira, Universidade Federal da Integração Latino Americana (UNILA)

Referências

ALVAREZ, M. L. O. A transferência, a interferência e a interlíngua no ensino de línguas próximas. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE HISPANISTAS, 2012. Salvador. Anais...Bahia: UFBA, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Ensino Superior. Manual do Candidato do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros. Brasília: Ministério da Educação, 2012. Disponível em: http://download.inep.gov.br/outras_acoes/celpe_bras/manual/2012/manual_examinando_celpebras.pdf Acesso em 02 nov. 2015

BHATIA, V. K. Analyzing genre: language use in professional settings. Londres: Longman, 1993.

CARVALHAL, T. P. Avaliação de Política e Planejamento da Linguagem: um estudo sobre os efeitos de um projeto de integração regional. 2017. 150f. Tese (Doutorado em Estudos de Linguagem). Instituto de Letras, Universidade Federal Fluminense, 2017.

CHRISTÓFOLO, J. E.; GONÇALVES, A. M. Internacionalização do ensino superior na Colômbia. IN: MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DO BRASIL. Mundo afora: políticas de internacionalização de universidades. Brasília: Ministério das Relações Exteriores, 2012. 88-97 p.

CORDEIRO, E.; WATANABE, Y. No caminho da internacionalização: desafios e oportunidades do ensino superior na Argentina. IN: MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES DO BRASIL. Mundo afora: políticas de internacionalização de universidades. Brasília: Ministério das Relações Exteriores, 2012. 18-27 p.

DINIZ, L. R. A.; STRADIOTTI, L. M.; SCARAMUCCI, M. V. R. Uma análise panorâmica de livros didáticos de português do Brasil para falantes de outras línguas. IN: DIAS, R.; CRISTOVÃO, V. L. L. O livro didático de língua estrangeira: múltiplas perspectivas. Campinas: Mercado das Letras, 2009. 265-304p.

DINIZ, L. A. Política Linguística do Estado brasileiro para a divulgação do português em países de língua oficial espanhola. Trabalho de Linguística Aplicada, Campinas, Universidade Estadual de Campinas, vol.51, n. 2, jul./dec. 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-18132012000200009&script=sci_arttext Acesso em: 02 nov. 2015

GRANNIER, D. M. Uma proposta heterodoxa para o ensino de Português a falantes de espanhol. In JÚDICE, N. (Org.) PLE: perspectivas de quem ensina. Niterói: Intertexto, 2002.

GUIZZO, A. et al. Projeto para a produção de material didático de Português Língua Adicional em contexto de integração da América Latina. UNILA: Foz do Iguaçu, 2014.

LIMA, E. E. O. F.; IUNES, S. A. Falar... ler... escrever... português: um curso para estrangeiros. Livro-Texto. São Paulo: EPU, 2000

LOMBELLO, L. C.; EL-DASH, L. G.; BALEEIRO, M. A. Subsídios para a elaboração de material didático para falantes de espanhol. In: Trabalhos em Linguística Aplicada, n. 1, 1983.

LONG, M. H. Methodological principles for language teaching. In: LONG, M. H.; DOUGHTY, C. J. The handbook of language teaching. Oxford: Wiley-Blackwell, 2011, 373-397 p.

MUNOZ, A. M. E. Mutual intelligibility in the plurilingual context of the University of Latin-American integration: experiences, contact and plurilingual interaction. 2016. 271 f. Tese (Doutorado em Ciências da Linguagem). l'École Doctorale Langues, Littératures et Sciences Humaines, Université Grenoble Alpes/Universidade Federal do Paraná, 2016.

NORRIS, J. M. Task-based Teaching and Testing. In: LONG, M. H.; DOUGHTY, C. J. (Orgs.). The handbook of language teaching. Oxford: Wiley-Blackwell, 2009, 578-594 p. https://doi.org/10.1002/9781444315783.ch30

RODEA, M. C. A cultura invisível: elementos de variação em contextos de ensino de português para falantes de espanhol no Brasil. IN: WIEDEMANN, L.; SCARAMUCCI, M. V. R.; Português para falantes de espanhol: ensino e pesquisa. São Paulo: Pontes, 2008.

SCARAMUCCI, M. V. R. O Projeto Celpe-Bras no Âmbito do Mercosul: contribuições para uma definição de proficiência comunicativa. In: ALMEIDA FILHO, J. C. P (Org.) Português para Estrangeiros Interface com o Espanhol. 2.ed. Campinas: Pontes, 2001, 77-90 p.

SCARINO, A. Language assessment literacy as self-awareness: Understanding the role of interpretation in assessment and in teacher learning. Language Testing, v. 30, n. 3, p. 309-327, 2013. https://doi.org/10.1177/0265532213480128

SCHOFFEN, J. Palestra durante evento de correção de itens do exame Celpe-Bras. Brasília, 2012.

SWALES, J. M. Genre Analysis: english in academic and research settings. 13ª ed. Cambridge: Cambridge University Press, 1990. 1-82 p.

TARAS, M. De volta ao básico: concepções e processos de avaliação. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 5, n. 2, jul/dez, p. 123-130, 2010. Disponível em: http://www.periodicos.uepg.br Acesso em: ago. de 2017.

Downloads

Publicado

29.06.2018

Como Citar

LUIZA FERREIRA, L. M. Material para o ensino de português para falantes de Espanhol para o contexto universitário. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 12, n. 2, p. 910–939, 2018. DOI: 10.14393/DL34-v12n2a2018-8. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/40196. Acesso em: 1 dez. 2022.