Guirlandas, antologias, florilégios

o direito autoral como princípio organizador de antologias de prosa brasileira em inglês

Autores

  • Lenita Maria Rimoli Esteves Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL32-v11n5a2017-6

Palavras-chave:

Literatura brasileira em inglês, Antologias, Direitos autorais, Meleagro de Gádara

Resumo

Vários princípios organizadores podem ser adotados quando se compõe uma antologia, e entre os mais comuns estão os cronológicos e os temáticos. Depois de investigar as origens do conceito de antologia, este trabalho analisa antologias de prosa brasileira traduzida para o inglês de um ponto de vista incomum: o do direito autoral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lenita Maria Rimoli Esteves, Universidade de São Paulo

Professora associada do Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP

Referências

AMARAL, F. V. A guirlanda de sua Guirlanda: Epigramas de Meleagro de Gadara. 2009. 243 f. Dissertação (Mestrado em Letras Clássicas) – Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

BOSTON EVENING TRANSCRIPT. In: Wikipedia, the free Encyclopedia. Disponível em: https://en.wikipedia.org/wiki/Boston_Evening_Transcript. Acesso em: 20 fev. 2017.

BRAGANCA, A.; LAPA, I. (Ed.) Clássicos brasileiros: uma seleção de autores com obras em domínio público - Brazilian Classics: A Selection of Authors with Works in Public Domain. Rio de Janeiro: Fundacão Biblioteca Nacional; São Paulo: IMESP, 2011.

CUDDON, J. A. The Penguin Dictionary of Literary Terms and Literary Theory. 3ed. London: Penguin Books, 1992. 1051 p.

FERREIRA-PINTO, C. Urban Voices: Contemporary Shor Stories from Brazil. Maryland, USA: University Press of America, 1999.

ESTEVES, L. Antologias de literatura brasileira em inglês: agentes culturais, apoios institucionais, trocas literárias. In: MELLO, C. V. Transnacionalidades. Arte e cultura no Brasil Contemporâneo. Porto Alegre: Metamorfose, 2017.

FREITAS, L. F.; COSTA, C. B. Machado contista em antologias de língua inglesa. Cadernos de Tradução, Florianópolis, v. 35, n. 1, p. 69-85, jan./-jun. 2015. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/view/2175-7968.2015v35n1p69. Acesso em: 30 jun. 2017.

GARCIA, F. C. H. Critic Turned Author: Isaac Goldberg. Luso-Brazilian Review, Wisconsin, v. 9, n. 1, p. 21-27, 1972.

GOLDBERG, I. South American Literature: Three Brazilian Tales. The Stratford Journal, Boston, v. I, n. 5, p. 3-5, set. 1917.

GOLDBERG, I. Some Preliminary Remarks In: GOLDBERG, I. (Ed.). Brazilian Tales. Boston: The Four Seasons Company, 1921.

GOLDBERG, I.; SCHNITTKIND, H. (Ed.). The Stratford Journal, Boston, v. 6, n. 1, jan./mar. 1920.

GURRIA-QUINTANA, A. (Ed.) Other Carnivals: New Stories from Brazil. East Anglia, UK: Full Circle, 2013. Published to celebrate the first FlipSide, a festival of Brazilian literature music and arts, in October 2013.

JACKSON, K. D. (Ed.). Oxford Anthology of the Brazilian Short Story. New York: Oxford University Press, 2006.

JESUS, C. A. M. de. Meleagro e a linguagem das flores: tradução comentada de AP 4.1. Organon. Porto Alegre, v. 31, n. 60, p. 171-186, jan./jun. 2016.

LEI 9610 de 19 de fevereiro de 1998. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9610.htm. Acesso em: 13 fev. 2017.

MACHADO DE ASSIS, J. M. Quelques Contes. Trad. Adrien Delpech. Paris: Garnier Frères, 1910.

MACHADO DE ASSIS MAGAZINE – Brazilian Literature in Translation. Website com todos os números da revista disponível em: https://www.bn.gov.br/producao/publicacoes/machado-assis-magazine-literatura-brasileira-traducao-6. Acesso em: 21 fev. 2017.

PINSKI, D. M. Trad. Isaac Goldberg. The Stratford Journal, Stratford, v. 2, n. 4, p. 25-35, abr. 1918.

PUCHEU, A.; MEIRA, C. (Ed.). Guia conciso de autores brasileiros - Brazilian Authors Concise Guide. Rio de Janeiro: Fundação Biblioteca Nacional/ Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2002.

SADLIER, D. (Ed.). One Hundred Years After Tomorrow – Brazilian Women’s Fiction in the 20th Century. Bloomington & Indianapolis: Indiana University Press, 1992.

STEEN, E. V. (Ed.). Love Stories. Trad. Elizabeth Lowe. São Paulo: Indústrias de Papel Simão S. A., 1978.

Downloads

Publicado

21-12-2017

Como Citar

RIMOLI ESTEVES, L. M. Guirlandas, antologias, florilégios: o direito autoral como princípio organizador de antologias de prosa brasileira em inglês. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 11, n. 5, p. 1505–1516, 2017. DOI: 10.14393/DL32-v11n5a2017-6. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/37700. Acesso em: 20 maio. 2022.