Tradução juramentada, segurança jurídica e formação do tradutor público

Autores

  • Marcia Atalla Pietroluongo Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Teresa Dias Carneiro Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL32-v11n5a2017-16

Palavras-chave:

Tradução Juramentada, Fé Pública, Formação

Resumo

O presente artigo versará sobre o ofício do Tradutor Público e Intérprete Comercial (TPIC), regido desde 1943 pelo Decreto-Lei nº 13.609, e sobre o teor do novo Projeto de Lei nº 4625/2016, em trâmite, que pretende alterar significativamente a carreira do TPIC, podendo acarretar graves riscos à segurança jurídica do país. Também será apresentada uma proposta de formação universitária pertinente para todos aqueles que ingressem no ofício, com o intuito de promover o aperfeiçoamento contínuo e desejável para os profissionais em exercício nesse difícil segmento do mercado de trabalho da tradução.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Atalla Pietroluongo, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora Titular, Setor de Letras Francesas, Departamento de Letras Neolatinas, UFRJ

Teresa Dias Carneiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professora Adjunta, Estudos da Tradução, Departamento de Letras-Libras, UFRJ

Referências

ARAÚJO, N. Nota Técnica sobre o projeto de lei que altera o decreto nº 13.609/1943. Rio de Janeiro, 12 de abril de 2016.

BARROS, L. A.; CAMARGO, D. C.; AUBERT, F. H. Aspectos textuais e lexicais de um conjunto de traduções juramentadas na direção inglês→português. Estudos linguísticos. Revista do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo, São Paulo, n. 34, p. 474-9, 2005. Disponível em: http://gel.org.br/4publica-estudos2005/4publica-estudos-2005-pdfs/aspectos-textuais-elexicais59.pdf?SQMSESSID=a38ffc79c82bcbe561e1c641326fd16c. Acesso em: 25 jun. 2016.

CARNEIRO, T. D. O ensino de tradução jurídica/juramentada: uma proposta. Tradução em Revista, Florianópolis, v. 17, 2014, p. 12-22. Disponível em: http://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/23648/23648.PDFXXvmi=. Acesso em: 25 jun. 2016.

DE LA FUENTE, E. Les enjeux de l’enseignement de la traduction juridique. In: COLLOQUE INTERNATIONAL SUR LA TRADUCTION JURIDIQUE. 2000, Genève, 2001, p. 223-232. Les actes... Genève: École de traduction et d’intérpretation, 2001. Disponível em: http://www.tradulex.com/Actes2000/delafuente.pdf. Acesso em: 28 dez. 2016.

FONTES, M. S. Aspectos jurídicos da tradução no Brasil. 2008. 123 f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução) – Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC, 2008.

GÉMAR, J.-C. Les enjeux de la traduction juridique. Principes et nuances. In: SÉMINAIRES DE L'ASSOCIATION SUISSE DES TRADUCTEURS, TERMINOLOGUES ET INTERPRÈTES, 1998, Berne. Les Actes... Berne: ASTTI, 1998. Disponível em: http://www.tradulex.com/Bern1998/Gemar.pdf. Acesso em: 28 dez. 2016.

PENFORNIS, J.-L. Enseigner le français juridique, un langage de spécialité. Le droit, c’est aussi des mots. Base du Gerflint (Groupe d’études et de recherches pour le français langue internationale), 1998. Disponível em: https://gerflint.fr/Base/Baltique1/fjuridique.pdf. Acesso em: 28 dez. 2016.

Downloads

Publicado

21-12-2017

Como Citar

PIETROLUONGO, M. A.; CARNEIRO, T. D. Tradução juramentada, segurança jurídica e formação do tradutor público. Domínios de Lingu@gem, [S. l.], v. 11, n. 5, p. 1685–1706, 2017. DOI: 10.14393/DL32-v11n5a2017-16. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/37190. Acesso em: 27 maio. 2022.