O percurso acústico-articulatório da alofonia da consoante lateral palatal

Autores

  • Cirineu Cecote Stein Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.14393/DL9-v5n1a2011-15

Palavras-chave:

Consoante lateral palatal, palatalização, vocalização, fonética acústico-articulatória, português como língua estrangeira

Resumo

Na sobreposição de quadros fonêmicos, verifica-se a existência, no português, da consoante aproximante lateral palatal /L/, ausente no sistema lingüístico do inglês. Ao adquirir o português como língua estrangeira, o anglofalante buscará estratégias que lhe permitam a realização fonética desse segmento. Este artigo considera a caracterização acústico-articulatória da consoante /L/, inserida no grupo das consoantes líquidas, e apresenta algumas estratégias utilizadas por aprendizes anglofalantes do português brasileiro na aquisição desse segmento. De forma mais produtiva, verificaram-se, como estratégias, a realização da consoante aproximante lateral alveolar [l], seguida ou não da vogal [i], da sua palatalização [l'] e da vocalização, utilizando-se a semivogal [Y].

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cirineu Cecote Stein, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Letras Vernáculas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

Professor Adjunto do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas da Universidade Federal da Paraíba

Área de atuação: Fonética

Downloads

Publicado

05.07.2011

Como Citar

STEIN, C. C. O percurso acústico-articulatório da alofonia da consoante lateral palatal. Domínios de Lingu@gem, Uberlândia, v. 5, n. 1, p. 219–246, 2011. DOI: 10.14393/DL9-v5n1a2011-15. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/dominiosdelinguagem/article/view/12450. Acesso em: 4 dez. 2022.