Breve estudo sobre a ocorrência de Buriti e de suas variantes como designativos toponomásticos na mesorregião Central Mineira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Lex11-v6n1a2020-7

Palavras-chave:

Toponímia, Buriti, Mesorregião Central Mineira, Minas Gerais

Resumo

O objetivo deste trabalho é apresentar, de forma breve, um estudo onomástico-toponímico sobre a ocorrência do termo Buriti e de suas variantes em uma das doze mesorregiões do Estado de Minas Gerais: a Central Mineira. Para esta análise, orientamo-nos pelos pressupostos teórico-metodológicos da Toponímia propostos por Dauzat (1926) e por Dick (1990a; 1990b) e pelos procedimentos metodológicos adotados pelo Projeto ATEMIG – Atlas Toponímico do Estado de Minas Gerais – do qual inclusive provêm os nossos dados sincrônicos. Os dados toponímicos analisados possibilitaram-nos compreender melhor que a formação do espaço toponomástico está intimamente ligada não só ao contexto ambiental, mas também social de um povo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia de Cássia Gomes Pimentel, UFMG

Mestre e doutoranda em Estudos Linguísticos pelo POSLIN-UFMG.

Referências

DAUZAT, A. Les noms de lieux. Paris: Delagrave, 1926.

DICK, M. V. de P. do A. A motivação toponímica e a realidade brasileira. São Paulo: Edições Arquivo Estado de São Paulo, 1990a.

DICK, M. V. de P. do A. Toponímia e antroponímia no Brasil. Coletânea de estudos. 2ª Ed. São Paulo: Serviço de Artes Gráficas da FFLCH/USP, 1990b.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Localização Geográfica. Disponível em: https://www.mg.gov.br/conteudo/conheca-minas/geografia/localizacao-geografica. Acesso em: 12 de set. 2020.

ISQUERDO, A.; SEABRA, M. C. T. C. de. A trilha dos “buritis” no vocabulário onomástico-toponímico: um estudo na toponímia de Minas Gerais e de Mato Grosso do Sul. In: BARROS, L. A.; ISQUERDO, M. A. N. (org.). O léxico em foco. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

SAMPAIO, T. O tupi na geografia nacional. 5ª ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1987.

SEABRA, M. C. T. de. A formação e a fixação da língua portuguesa em Minas Gerais: a toponímia da região do Carmo. 2004. 368f. Tese (Doutorado em Linguística) – UFMG, Belo Horizonte, 2004.

SEABRA, M. C. T. de. Fitotoponímia Mineira. Belo Horizonte, 2009 (inédito).

Downloads

Publicado

22-10-2020

Como Citar

Pimentel, P. de C. G. (2020). Breve estudo sobre a ocorrência de Buriti e de suas variantes como designativos toponomásticos na mesorregião Central Mineira. Revista GTLex, 6(1), 118–128. https://doi.org/10.14393/Lex11-v6n1a2020-7