A INFLUÊNCIA DAS FORTIFICAÇÕES MILITARES NA EXPANSÃO URBANA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SOB A ÓTICA DA CARTOGRAFIA HISTÓRICA

Conteúdo do artigo principal

Renata Costa Marenga
Luiz Felipe Coutinho Ferreira da Silva

Resumo

O tema apresentado avalia a participação do posicionamento estratégico das fortificações militares que, desde o século
XVI, foram instaladas pelos portugueses e franceses visando à proteção da Baía de Guanabara, na fundação e expansão
do núcleo inicial da cidade do Rio de Janeiro. Através da reconstrução dos momentos iniciais de expansão da cidade e
da análise da posição geográfica ocupada pelos colonizadores este trabalho busca analisar de quais formas e até quando
as fortificações militares influenciaram a ocupação e a expansão do núcleo urbano central da cidade. Outros vetores
atuaram secundariamente na expansão do núcleo inicial da cidade e também foram apontados. A metodologia baseouse num resgate histórico da instalação das fortificações e do gradativo avanço da malha urbana da cidade em direção
ao interior, através da elaboração de mapas temáticos e mapas evolutivos, que utilizaram como base documentos e
mapas históricos. Os resultados evidenciaram que a instalação das fortificações teve como objetivo a proteção da baía
de Guanabara que era considerada como porto escoadouro, para a Europa, dos produtos naturais locais e do ouro que
vinha do planalto de Minas Gerais. Esta proteção primeiramente ocorreu na entrada da baía e num segundo momento,
já no século XVII, voltou-se ao núcleo urbano da cidade situado nas proximidades da atual Praça XV. A partir deste
momento, as fortificações foram instaladas em posições com visão e possibilidade de defesa privilegiadas, no quadrilátero
formado pelos morros do Castelo, da Conceição, de São Bento e de Santo Antônio, e conferiu de fato proteção à cidade
ante às ameaças dos invasores estrangeiros, notadamente os Franceses, que também reconheciam a posição e o formato
estratégico da Guanabara. De uma forma geral conclui-se que a fundação da cidade está diretamente associada à defesa
do território e esta foi a principal estratégia dos colonizadores portugueses para garantir à supremacia e a exploração
desta colônia. A influência das fortificações na fundação e no desenvolvimento da cidade ocorreu até o início do século XVIII quando a partir de então, a expansão para oeste e sudoeste se deve particularmente às possibilidades crescentes
de ocupação de áreas até então pantanosas e de difícil acesso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
MARENGA, R. C.; DA SILVA, L. F. C. F. A INFLUÊNCIA DAS FORTIFICAÇÕES MILITARES NA EXPANSÃO URBANA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SOB A ÓTICA DA CARTOGRAFIA HISTÓRICA. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 67, n. 4, p. 851–866, 2015. DOI: 10.14393/rbcv67n4-49124. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/49124. Acesso em: 9 dez. 2022.
Seção
Artigos