DANIEL PEDRO MÜLLER E A TRAJETÓRIA DE SEU MAPPA CHOROGRAPHICO DA PROVINCIA DE SÃO PAULO (1835-1842)

Conteúdo do artigo principal

José Rogério Beier

Resumo

Este artigo tem por objetivo acompanhar a trajetória da produção do Mappa Chorographico da Província de São Paulo
(1837), primeiro mapa impresso da então província que, àquela época, ainda incorporava o atual estado do Paraná.
Através de documentos levantados principalmente no Arquivo do Estado e no Acervo Histórico da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, conseguimos reconstituir toda a linha de produção do mapa, desde a sua encomenda
(1835), passando por detalhes de seu desenho (1836-1837) e ordem de impressão na França (1841), até chegarmos
à apresentação das cópias já impressas aos deputados da Assembleia Legislativa de São Paulo (1842). A partir dessa
reconstituição, além de explicitarmos o público original a quem o mapa era destinado, também conseguimos entender
melhor as razões que levaram à criação do mesmo, os motivos de mandá-lo imprimir e na França, comparar o contexto
político que levou à produção deste mapa com o de cartas anteriores e sugerir mudanças no foco da produção cartográfi ca
de São Paulo no período que sucedeu a Independência do Brasil, quando comparado com o período pré-independência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
BEIER, J. R. DANIEL PEDRO MÜLLER E A TRAJETÓRIA DE SEU MAPPA CHOROGRAPHICO DA PROVINCIA DE SÃO PAULO (1835-1842). Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 67, n. 4, p. 817–836, 2015. DOI: 10.14393/rbcv67n4-49123. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/49123. Acesso em: 9 dez. 2022.
Seção
Artigos